Benchmarking imobiliário: o que é e como aplicar na sua empresa!

Algumas estratégias são essenciais para que as imobiliárias se mantenham fortes em um mercado cada vez mais competitivo. O benchmarking imobiliário é uma delas, e se você já aplica esse recurso na sua empresa, excelente! Se não, já está na hora de colocá-lo como prioridade entre suas ações para garantir mais espaço nesse setor.

É importante ressaltar que avaliar o comportamento do concorrente garantirá uma visão mais ampla de tudo que está acontecendo no mercado imobiliário, assim como ter conhecimento sobre as principais ações para se manter em igualdade de condições.

Saiba mais sobre benchmarking imobiliário e descubra como aplicá-lo na sua empresa — aproveitando todas as suas vantagens. Continue a leitura e confira!

O que é benchmarking?

Trata-se de um recurso muito utilizado mundialmente e que traz resultados surpreendentes para o negócio. Afinal, por meio de uma análise de tudo que está acontecendo no setor, é possível criar estratégias de sucesso.

No entanto, o ponto crucial é fazer essa avaliação com base na concorrência. O benchmarking é, na verdade, um conjunto de práticas que analisa o mercado fazendo um comparativo com a sua imobiliária.

Contudo, é importante destacar que não se trata de uma espionagem na empresa alheia, mas entender como a concorrência trabalha. Dessa forma, você estabelece parâmetros e cria diferenciais para uma melhor atuação em sua área.

De uma forma geral, o benchmarking busca informações e as analisa com o intuito de desenvolver e melhorar os negócios. Dessa forma, tem-se uma visão mais realista de tudo que ocorre no mercado.

Qual a importância do benchmarking imobiliário?

Sua importância consiste em impulsionar a empresa a adotar estratégias de melhoria nos processos. Ou seja, é uma forma de conquistar mais espaço no mercado por meio de insights vindos da concorrência.

O benchmarking deve ser utilizado sem excessos, com o objetivo principal de aprimorar as técnicas e estratégias — utilizando as novas tendências para gerar mais eficácia nos negócios.

Como fazer a coleta de informações?

Devido ao acesso amplo a informações que ocorre atualmente, principalmente, por meio das redes sociais, é possível ter conhecimento sobre as novidades do mercado imobiliário — visto que é comum as pessoas exporem suas opiniões.

Diante disso, buscar informações nesses locais é um passo importante para a coleta de dados. Uma forma de ter acesso ainda mais aprofundado é por intermédio de networkings — ou seja, você cria uma rede de relacionamento e fica por dentro das novidades do mercado imobiliário, assim como das estratégias adotadas pela concorrência.

O que deve ser pesquisado ao se fazer um benchmarking imobiliário?

Para se valer de tudo que esse recurso pode proporcionar, alguns pontos importantes merecem destaque nessa pesquisa. Confira!

Características da concorrência

Aqui, vale destacar os pontos fortes da concorrência — observando o que mais se destaca entre o seu público seguidor, que pode ser a forma de atendimento, a qualidade das fotos publicadas dos imóveis, tipo de anúncio, entre outros.

Atendimento ao cliente

As redes sociais facilitam bastante na pesquisa dessa questão. Sendo assim, faça uma análise de como o concorrente se comporta quanto ao atendimento e destaque os pontos fortes e fracos, observando os comentários dos seguidores.

Estratégia de marketing

Nesse ponto, devemos pesquisar sobre as estratégias que as empresas de sucesso adotam. Podemos pesquisar sobre o posicionamento online da concorrência, as características do site que mais agradam aos clientes, os canais de atendimento que utiliza, entre outras características que a destacam.

Como colocar em prática?

Agora que já sabemos como coletar informações e o que pesquisar, vamos entender como aplicar na empresa. Veja!

Avalie a sua empresa

Preparar-se para começar a aplicar o benchmarking na sua imobiliária envolve ter um olhar mais crítico sobre ela. Para começar, é importante ver a empresa como um todo e saber identificar o que pode ser aprimorado, observando as práticas que não estão gerando resultados positivos.

Ao mesmo tempo, vale observar, também, tudo que vem sendo feito e que contribui para o bom andamento dos processos, mas que também pode ser aperfeiçoado para que se consiga resultados ainda melhores.

Observe o mercado imobiliário

Após a fase inicial, em que foi possível fazer uma avaliação sobre o trabalho da imobiliária, destacando os pontos fortes e fracos, é hora de observar o mercado — inspirando-se nas ações positivas da concorrência. Para isso, busque empresas que são referências no setor.

Depois, trabalhe para conquistar essas boas práticas, que pode ser feito por meio de seu networking — que possibilita ter acesso às melhores estratégias. Dessa forma, você já terá um plano de ação para adotar bons exemplos e inspirações para um trabalho mais efetivo com sua equipe.

Esteja preparado

Novas técnicas e medidas, certamente, envolvem custos e investimentos extras que podem ser, treinamentos, cursos, contratação de mais colaboradores, entre outros. Ou seja, você estará investindo para maiores lucros em curto e médio prazo e, consequentemente, o crescimento da imobiliária.

Invista em relacionamento

Para garantir um benchmarking efetivo, é imprescindível que você invista no relacionamento. O networking é essencial para que você tenha contato com outras organizações do segmento, para que busque novas estratégias de sucesso.

Como falamos, não se trata de copiar o concorrente, mas trocar com ele experiências positivas para que ambos possam aplicar boas ideias em seus negócios.

Nunca pare

O benchmarking deve ser uma prática constante, já que sempre haverá algo para ser mudado ou aperfeiçoado em sua empresa. Além disso, o mercado imobiliário está em constante evolução e todos devem estar antenados nas mudanças.

Quais as vantagens do benchmarking imobiliário?

Como já vimos até aqui, praticar o benchmarking pode trazer bons resultados para qualquer empresa. Confira os maiores benefícios ao adotá-lo:

  • auxilia na expansão do negócio;
  • contribui para aumentar os desafios, assim como garante uma melhoria no atendimento e redução de gastos;
  • ajuda a manter uma cultura de melhoramento contínuo à imobiliária;
  • auxilia a administrar melhor o tempo e o dinheiro, devido à significativa melhora na eficiência de seus processos;
  • minimiza erros e prejuízos nos negócios;
  • melhora o posicionamento da marca no mercado imobiliário.

Como você viu neste conteúdo, o benchmarking imobiliário pode ser introduzido no seu negócio de forma simples e garantirá, certamente, excelentes resultados. Comece logo a aplicar na sua empresa!

Gostou deste post? Tenha acesso, então, ao nosso e-book que fala como fortalecer a sua marca — um guia de marketing imobiliário!

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.