Confira dicas de como negociar o aluguel da melhor forma

Confira dicas de como negociar o aluguel da melhor forma

Morar de aluguel pode ser muito vantajoso e trazer diversos benefícios ao inquilino. Porém, possíveis problemas podem aparecer ao longo do tempo, como atraso do aluguel, aumento do valor, entre outros.

Para isso, é importante saber como negociar aluguel. Assim, é interessante saber quais são as possibilidades de negociação, tanto para o benefício do inquilino como também do locador.

A seguir, traremos algumas dicas que facilitarão sua vida, caso resida de aluguel e algum possível problema possa ter aparecido.

Relação inquilino e locatário

O mais essencial de tudo é possuir uma boa relação com a imobiliária ou o próprio dono, para que, assim que surjam determinados problemas, eles possam ser resolvidos tranquilamente.

Negociação com a imobiliária

Caso seu imóvel seja alugado pela imobiliária, é importante todos os documentos estarem em dia. Saiba negociar com a imobiliária o que é ideal. Dessa forma, a mesma, poderá avaliar qual a melhor forma de negociação. Busque alternativas de como negociar o aluguel. Caso o problema seja financeiro, peça uma revisão do valor do aluguel, apresentando documentos e extratos que possam comprovar os devidos problemas.

É importante ressaltar que, por lei, a imobiliária não é obrigada a diminuir o valor do aluguel presente no contrato. Por isso, é importante a comprovação de diminuição de renda, para que ocorra a negociação. Como ela não acontece diretamente com o dono do imóvel, possivelmente, você necessitará de um advogado para facilitar as negociações e tirar as dúvidas.

Negociação com o dono

Quando o contato é direto com o proprietário da residência, geralmente, a negociação se torna mais fácil, pois não depende de parte da burocracia exigida pela imobiliária. Procure ter uma negociação aberta com o dono do imóvel, assim como com a imobiliária. Apresente provas que mostram a necessidade de negociação do aluguel.

Problemas na negociação

Por ventura, possíveis problemas podem vir a ocorrer durante a negociação do aluguel, como a rejeição da proposta oferecida à imobiliária ou com o próprio dono. Nesses momentos, é importante saber negociar: ofereça outras formas de negociação, por exemplo, em vez de diminuir 30% do valor do aluguel, tente um desconto menor, de 15% ou 10%.

Se, ainda assim, a negociação não ocorrer, busque outras formas que se enquadrem à sua necessidade ou procure ofertas em outros imóveis que caiba em seu orçamento. Outra possibilidade é a renegociação de outras contas, desde que não haja problemas, permitindo, assim, que o inquilino permaneça no atual imóvel durante a crise, sem a diminuição do aluguel.

Tenha conhecimento do mercado imobiliário

Na hora de realizar as negociações, disponha de alternativas para convencer a imobiliária ou o locador a diminuir o valor do aluguel. Busque pesquisar sobre outros imóveis, conheça os valores praticados no mercado por outras imobiliárias e observe o estado de conservação do imóvel.

Essa última opção é importante, pois, por vezes, o valor do aluguel não é referente às condições do imóvel. Muitas vezes, tem-se a existência de vários outros imóveis, às vezes, melhores e por um preço menor que o atual pago pelo locatário. Mostrar essas ofertas também é uma alternativa para negociar a diminuição do aluguel.

Como negociar sem perder a cabeça

É importante que, na hora de debater sobre como negociar aluguel, mesmo que as tentativas de negociação não ocorram, tente se controlar e não despertar outros possíveis problemas. Gerar outros conflitos implicará diretamente na relação com a imobiliária ou com o próprio dono no imóvel. Veja algumas dicas para isso.

ofertas mitre

Saiba e reconheça a importância da negociação

Antes de tudo, durante uma negociação, saiba manter a formalidade, esteja aberto às possibilidades de negociação, busque avaliar as ofertas oferecidas e também apresente as suas propostas de negociação.

Nesse sentido, é interessante o papel que a imobiliária pode desenvolver em seu contato com o dono do imóvel. Pelo fato de o imóvel estar alugado por meio de uma imobiliária, determinados acordos são feitos com o dono do imóvel, e que a imobiliária pode acabar quebrando.

Pode acontecer de a imobiliária aceitar a sua negociação, mas o locador não, automaticamente entrando em desacordo e sendo, mais uma vez, importante saber como negociar o aluguel.

Coloque-se no lugar do locador

Busque entender as necessidades do locador do imóvel e se ponha no lugar dele — o que você faria?

Tenha empatia!

Para isso, a conversa é essencial. Saiba entender os motivos do dono do imóvel não querer baixar o valor do aluguel e quais são as ideias de negociação do mesmo.

Saiba controlar suas emoções

Algo que pode ocorrer, nessa hora, é se deixar levar, muitas vezes, pelas emoções. Controle-se, não se deixe tomar por sentimentos como raiva, medo ou ansiedade, pois isso impactará nas negociações, podendo impedir que elas ocorram como o planejado.

Para que isso não aconteça, fiscalize-se, de uma maneira positiva, observe a si mesmo, perceba se não está falando alto demais, ficando nervoso ou saindo do controle, de alguma forma. Assim, é possível chegar ao objetivo da negociação, sem se deixar levar pelas emoções.

Leia os sinais e saiba convencer

Esteja sempre atento ao comportamento da pessoa com quem está negociando, observe a voz e corpo. Às vezes, a oferta que foi oferecida pode interessar ao locador, então analise o mesmo. Sinais comuns que ocorrem após uma boa oferta é o locador se aproximar de você ou respirar antes de falar algo. Geralmente, isso quer dizer que a oferta é de interesse.

Outro ponto relevante de como negociar o aluguel é saber convencer. Isso está diretamente relacionado ao interesse do locador pela oferta proposta. Nesse sentido, uma boa alternativa é tentar descobrir o que o outro lado da negociação quer, ou seja, qual é a ideia do locador, o que ele pensa sobre e qual a melhor forma de negociação para ele.

Caso a negociação não aconteça, tente entender por quais motivos a imobiliária ou o locador não está disposto a negociar. Ter o conhecimento de todos os lados e de todas as possibilidades é essencial na hora de negociar.

Gostou dessas dicas de como negociar aluguel? Então, não deixe de conferir nosso outro post sobre aluguel de imóveis.

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

  1. Parabéns pelo conteúdo. Com tantos corretores no mercado, se diferencia quem mostra tem um bom atendimento ao cliente.

  2. Excelente post. Eu moro há quase 6 anos no mesmo imóvel e pago o aluguel com um mês de antecedência por opção. Nunca atrasei e sempre cuidei do imóvel. Todo ano negocio o valor do reajuste, sempre com muita educação. Esse ano o igpm está fora da realidade em 32%. Aumentaria a mais do que os valores praticados para novos locatários em outros aptos no mesmo prédio. Sendo assim, com antecedência mostrarei os valores reais para nova negociação.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.