tirar o CRECI

Passo a passo: como tirar o CRECI e ter mais sucesso como corretor

Quem pretende atuar no mercado imobiliário como corretor de imóveis, sabe que, para ser um profissional regularizado na área, precisa tirar o CRECI — documento que garante o exercício da profissão, de acordo com a Lei Federal nº 6.530/78.

Diante disso, e se o seu objetivo é atuar logo na área, algumas medidas devem ser tomadas, para que você tenha esse documento logo em mãos. A primeira delas é entender a importância desse documento.

Depois, vamos explicar o passo a passo, que envolve fazer um curso Técnico em Transações Imobiliárias (TTI), garantindo um bom preparo para a sua atuação no mercado imobiliário. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e veja como ocorre todo esse processo!

Qual é a importância do CRECI?

Entender que o trabalho de um corretor de imóveis não se limita a apresentar o imóvel ao cliente é essencial para compreender a importância da profissão. A função de um corretor é muito mais que isso. Um corretor de sucesso deve desenvolver algumas habilidades essenciais, como marketing de relacionamento, montar uma excelente rede de contatos e usar a tecnologia a seu favor.

Além disso, a rotina de um profissional do mercado imobiliário envolve conhecer alguns processos burocráticos que fazem parte desse setor e, principalmente, da negociação de compra e venda de um imóvel. Tirar o registro no CRECI é uma das obrigações imputadas ao corretor para que ele exerça a profissão legalmente. Além de cumprir as exigências legais, ele garante autonomia profissional, ganha credibilidade perante o mercado imobiliário e autoridade junto aos seus clientes.

O que faz um corretor de imóveis?

O corretor de imóveis é o profissional responsável por intermediar a negociação de compra e venda ou locação de imóvel — que pode ser comercial ou residencial. É ele quem dá o suporte necessário ao cliente, orientando-o e fornecendo todos os esclarecimentos necessários no decorrer da transação imobiliária.

O profissional é, também, o responsável por toda a parte jurídica que envolve a negociação, oferecendo todas as explicações e orientações ao cliente. Suas funções incluem também a captação de imóveis que serão negociados, além de fazer toda a averiguação do local onde se localiza a propriedade. Além disso, está capacitado para avaliar o imóvel e providenciar a documentação necessária para a negociação.

O que diz a lei?

No Brasil, a profissão de corretor de imóveis é regulada pela Lei nº 6.5030/78 e pelo decreto nº 81.871/78, que a regulamenta. De acordo com a legislação, as atividades que incluem intermediar a venda, compra, permuta e locação são executadas exclusivamente por profissionais e empresas devidamente registrados no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) da região, assim como no Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI).

Em outras palavras, qualquer profissional que atue nesse mercado deve ter em mãos o certificado do CRECI do seu estado — visto que é por meio desse documento que a profissão é fiscalizada e disciplinada.

Qual é o passo a passo para tirar o CRECI?

Se o seu objetivo é tirar o seu CRECI para começar a atuar no mercado imobiliário, é importante que siga o nosso passo a passo de como tirar esse documento tão importante para a profissão. Veja!

Primeiro passo: fazer o curso de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI)

Esse curso técnico vai contribuir para aumentar os conhecimentos do profissional acerca da profissão de corretor imobiliário. Além disso, capacitará e garantirá que ele atue na profissão dentro do que a legislação exige. Para isso, é importante procurar uma instituição de ensino credenciada no Conselho Estadual de Educação, com boas referências e que seja aprovada pelo CRECI/COFECI.

Os cursos de TTI oferecem os conhecimentos básicos necessários para que o corretor comece sua atuação no mercado imobiliário. O curso de TTI é oferecido na modalidade presencial e EAD. Disciplinas que geralmente fazem parte da grade curricular do curso Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) são:

  • Língua Portuguesa;
  • Direito e Legislação;
  • Economia e Mercado;
  • Estágio Supervisionado Obrigatório;
  • Matemática Financeira;
  • Operações Imobiliárias;
  • Organização Técnica Comercial e Marketing;
  • Relações Humanas e Ética.

Veja o que é necessário para se matricular em um curso de TTI para garantir o CRECI:

  • apresentar a documentação exigida pela instituição — geralmente solicitam a cópia do histórico escolar do ensino médio, a cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento, RG/RNE para estrangeiros e CPF;
  • ser maior de 18 anos;
  • ter ensino médio completo.

Dica importante

O curso de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) pode ser feito on-line ou de forma presencial. No entanto, é aconselhável — antes de escolher a melhor modalidade para o seu caso — que você se informe no CRECI de seu estado (pode ser pelo site) sobre as avaliações de cada curso oferecido na região.

Segundo passo: fazer o estágio

O estágio é uma exigência para a formação, e sua carga horária é um dos requisitos para obter o diploma. No entanto, muitos alunos não valorizam essa fase da certificação, pois pensam que é apenas um passo sem muita importância. Na verdade, o estágio deve ser encarado como um teste que avaliará se você realmente tem o perfil e se gosta, de fato, da profissão. Além disso, nessa fase, você terá a oportunidade de fazer contatos importantes e obter dicas fundamentais com profissionais mais experientes na área.

Terceiro passo: tirar a certificação

Após a conclusão do curso e com o diploma regularizado pela Secretaria de Educação do Estado em mãos, você poderá solicitar junto ao CRECI de seu estado o registro de inscrição definitiva. Este será avaliado por uma comissão em 30 dias e, após isso, você já terá seu registro regularizado, podendo atuar na profissão.

Agora que você já sabe como tirar o CRECI, é só escolher o curso que mais se encaixa ao seu perfil e começar logo. Afinal, para atuar na profissão é essencial que esse documento tão importante seja providenciado para começar firme e forte como corretor no mercado imobiliário.

Gostou deste post? Veja, então, outro conteúdo muito interessante que fala sobre os erros que um corretor de imóveis não deve cometer. Confira!

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.