Comportamento do jovem consumidor: entenda a importância de conhecê-lo

Comportamento do jovem consumidor: entenda a importância de conhecê-lo

Entender o comportamento do jovem consumidor contribuirá de forma significativa para que a sua empresa trace estratégias que sejam diretamente relacionadas a eles e consiga obter melhores resultados. Especialmente no campo de investimentos, esse é um público que tem se preocupado cada vez mais em empreender e aplicar o seu dinheiro.

Nesse sentido, como o mercado imobiliário se destaca pela segurança e pela valorização, é um ramo de interesse dessas pessoas, que buscam por informações relevantes para convencê-las de que fará a coisa certa. Ou seja, é papel dos profissionais de seu negócio falar a linguagem desses clientes e conquistar essa parcela de público.

Pensando nisso, elaboramos este material para que você entenda a importância de conhecê-lo, além de conferir algumas características relevantes. Continue a leitura e saiba mais!

Quais são as principais características do jovem consumidor?

Primeiro, vamos explicar de forma mais detalhada como esse público se comporta na hora de consumir. Confira!

Pesquisam bastante

O primeiro ponto de atenção, e uma das principais características quando mencionamos sobre o jovem consumidor, está relacionado ao fato de que ele pesquisa muito antes de tomar uma decisão. Caso queira fazer algum investimento, por exemplo, o seu primeiro passo será analisar o máximo de informações disponíveis na internet para identificar quais seriam as alternativas mais indicadas e quais delas melhor atendem ao seu perfil.

Diferentemente de gerações anteriores, que recebiam informações apenas pela televisão, há uma maior autonomia nesse sentido. Além disso, as pessoas buscam resolver seus problemas por conta própria, sem o auxílio de profissionais.

Justamente por isso, torna-se necessário que os profissionais de uma empresa mostrem valor para os clientes, de forma que eles percebam que necessitam desses serviços e consultoria para obter sucesso nos pontos desejados.

São pragmáticos

Outra característica importante no comportamento do jovem consumidor é o fato de eles serem pragmáticos. Entre os principais objetivos é alcançar a satisfação financeira e o enriquecimento pessoal. Para isso, não agem sem pensar. Bem conectado com o ponto anterior, inclusive, uma vez que eles investigam bastante antes de tomar uma decisão.

Preferem investir em bens

Quando há uma análise de perfil mais jovem de investidores, que compreende entre as idades de 16 e 24 anos, não há muito o interesse em bolsa de valores ou em outros tipos de aplicações mais complexas. O seu objetivo é juntar capital para que possa aplicar em bens duráveis.

Está aí a oportunidade de empresas imobiliárias, que podem trazer ao cliente todas as vantagens que terá a partir dessa compra. Além de ser uma propriedade, ela tende a se valorizar, ao contrário de outras compras feitas (carros e motos, por exemplo).

Sentem-se à vontade com pesquisas na internet

Principalmente se compararmos com um perfil mais velho, jovens consumidores se sentem mais à vontade de pesquisar na internet. Nesse sentido, é interessante que a imobiliária seja digital (abordaremos sobre isso mais adiante) e traga informações relevantes ao seu cliente. Já gerações anteriores preferem se deslocar até bancos ou tirar dúvidas com amigos e familiares antes de prosseguir com alguma negociação.

Como se comunicar com o jovem consumidor?

Agora que já conhecemos algumas das características essenciais relacionadas ao comportamento do jovem consumidor, chegou o momento de entendermos como é possível alcançar esse público. A seguir, selecionamos algumas dicas importantes. Confira!

Tenha presença nas redes sociais

Conforme explicamos, o jovem consumidor se sente à vontade para tirar dúvidas na internet. Nesse sentido, é preciso se fazer presente por meio do marketing digital, de modo que você seja encontrado por quem tem dúvidas sobre o assunto. Aqui, é preciso voltar suas atenções não apenas para os canais mais comuns (Instagram e Facebook, por exemplo), mas também, para o LinkedIn e blog.

Enquanto o LinkedIn torna a sua marca mais profissional, com a divulgação de artigos mais técnicos, no blog, você tem a oportunidade de ser encontrado também nos principais canais de busca. A partir de um estudo das palavras-chave mais relevantes para o seu público, há a possibilidade de estar entre as primeiras posições, de modo que a pessoa acesse o canal, leia o artigo e se interesse em solicitar contato com algum consultor de sua imobiliária.

Use diferentes canais de comunicação

Essa sugestão para alcançar o público de maneira mais atrativa também se relaciona com uma de suas características: o fato de ser omnichannel, isto é, comunicar-se em diferentes canais. Sendo assim, caso a sua imobiliária ofereça apenas o telefone como alternativa de atendimento, certamente, ficará para trás da concorrência.

Para isso, invista em atendimento feito pela internet, pelo telefone, por e-mail e também experimente o uso do WhatsApp Business. Nesse último canal, há a possibilidade de configurar respostas automáticas para tranquilizar a pessoa que mandou alguma dúvida, de modo que ela saiba que terá o contato respondido por um profissional assim que possível.

Além disso, a sua empresa tem a chance de metrificar as mensagens que chegam até esse canal, bem como selecionar tags para aprimorar a comunicação feita.

Estude sobre o público-alvo

Não basta a gestão da imobiliária estudar sobre esse público. É preciso que todos os profissionais tenham ciência de quem são essas pessoas, quais são as suas dores e a linguagem exata para se comunicar, contribuindo para a construção de um marketing mais eficaz. Para isso, o ideal é que promova treinamentos periódicos.

Além de contribuir para que todos os corretores tenham informações precisas sobre essa parcela de público, capacitações ainda favorecem a produtividade do time como um todo. Além disso, ampliam o sentimento de pertencimento das pessoas de uma equipe (incentivando a buscar a inovação de forma contínua) e ajudam na atração e retenção de talentos.

Pontos que podem ser trabalhados:

  • quais são os produtos mais indicados para jovens consumidores;
  • qual é o modo de se comunicar;
  • dados importantes do mercado;
  • como contornar as suas objeções de vendas.

Neste material, você pôde conhecer um pouco mais sobre o comportamento do jovem consumidor, suas principais características, além de conferir dicas de como se comunicar com esse público. Para que os resultados sejam percebidos com maior êxito, o ideal é que haja um bom planejamento, de modo que as estratégias necessárias sejam adotadas e acompanhadas por todo o time.

A transformação digital é outro ponto importante que deve ser considerado em seu negócio. Para saber mais sobre isso, continue no blog e boa leitura!

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.