Conheça as principais vantagens e desvantagens de imóveis antigos

Conheça as principais vantagens e desvantagens de imóveis antigos

Para entender o estilo de vida que os imóveis antigos podem oferecer a você, primeiramente é necessário conhecer os prós e contras desse tipo de edificação. Tal cuidado é fundamental para definir se um prédio construído há muito tempo vai satisfazer suas expectativas de morar bem.

Além disso, você entenderá as principais facilidades e os transtornos de comprar um apartamento que não é recente. Para descobrir todas essas importantes questões, continue a leitura!

Quais são os pontos positivos dos imóveis antigos?

Os imóveis antigos disponíveis no mercado incluem um pacote de vantagens bastante atrativo. Saber quais são esses benefícios ajudará você a considerar se vão ao encontro de suas necessidades.

Custos menores

Moradias antigas têm, muitas vezes, preços mais justos, pois o valor do metro quadrado acaba sendo mais baixo. Outro fator que reduz o custo para a aquisição dessas propriedades é a boa quantidade de ofertas disponíveis no mercado. Caso seja preciso providenciar alguma reforma, as chances de o preço cair tornam-se ainda maiores.

Comparando-o com o valor de um imóvel novo, mesmo com o custo dos reparos, o antigo pode sair mais em conta. Mas é claro que cada caso é diferente — e você precisa verificar a extensão dos consertos, além de quanto vai ter que desembolsar com eles.

Pense também se é possível esperar até tudo ficar pronto para poder se mudar. Somente após avaliar todos esses aspectos você vai ter certeza de estar (ou não) diante de um bom negócio.

Cômodos maiores

Construídos em tempos de pouca preocupação com a economia de espaço, os apartamentos em prédios antigos têm medidas generosas. Isso vale principalmente para dormitórios, sala, cozinha e área de serviço, que, geralmente, são maiores do que os vistos nas edificações mais atuais.

Amplas janelas são outros aspectos que chamam a atenção nos edifícios erguidos há décadas. Inclusive, ao buscar por propriedades antigas, você vai perceber que os anúncios destacam esses itens, capazes de proporcionar maior ventilação e iluminação aos ambientes internos.

Mais um ponto ligado ao conceito das construções antigas refere-se aos materiais empregados nas construções. Em muitos casos, eles apresentam alta qualidade e durabilidade, o que reduz problemas com ruídos dentro e fora do apartamento.

Melhor localização

As construções acompanham a expansão das cidades e, por isso, você vai encontrar um grande número de prédios antigos nos endereços mais tracionais. Esses lugares costumam ser centrais e ter uma grande variedade de comércios ou serviços próximos. Neles, a demanda por comodidades já existe há tempos, por isso há tantas opções.

A fartura de transporte coletivo geralmente faz parte da infraestrutura das regiões mais consolidadas e desenvolvidas. Isso representa um diferencial e tanto para quem não pretende usar automóveis nos deslocamentos cotidianos.

Condomínio mais organizado e com gasto médio conhecido

Empreendimentos novos podem enfrentar problemas relacionados à organização, como o estabelecimento das regras do condomínio e de sua rotina administrativa. Já os edifícios antigos tendem a já terem superado os impasses iniciais e a contar com normas bem definidas.

É fácil prever os custos com a taxa condominial nesses prédios: basta pedir para ver os demonstrativos dos últimos 12 meses, por exemplo. A partir daí, é possível fazer a média do que foi cobrado e conhecer, de antemão, o valor aproximado a pagar todos os meses.

Só não se esqueça de procurar por notícias sobre as obras de modernização agendadas, bem como verificar o estado geral da fachada e das áreas comuns do edifício. Desse modo, você fica sabendo se a taxa condominial vai subir por conta de obras e pode programar o orçamento para enfrentar esse custo extra.

Quais as desvantagens desse tipo de moradia?

Nem tudo é atrativo quando se trata de imóveis antigos, pois existem fatores potencialmente negativos em torno deles. Confira, a seguir, quais são.

Necessidade de reformas

Com dito anteriormente, a fachada e a área comum dos prédios antigos acabam precisando de reformas. Assim, em muitos casos, as melhorias vão pesar no bolso de quem acabou de comprar o apartamento.

Há, ainda, a questão de o próprio imóvel exigir uma reforma, como falamos no início deste artigo. Se tal necessidade foi identificada e negociada, ótimo; mas, caso você não perceba os desgastes da construção, corre o risco de pagar por problemas que nem imaginou.

Infraestrutura mais antiga

Muitos dos imóveis antigos não são equipados para o lazer conforme o conceito que predomina nos empreendimentos imobiliários de hoje. Portanto, os apartamentos construídos segundo os parâmetros de décadas atrás não são os ideais para quem faz questão de ter amplas conveniências agregadas à moradia.

Repare que alguns edifícios sequer têm garagem (ou contam com uma só vaga). Além disso, como algumas das edificações levantadas nos primeiros tempos das cidades têm poucos andares, é comum que não sejam equipadas com elevadores.

Isso significa que você terá de encarar as escadas com compras de supermercado, malas de viagem, bicicletas e outros objetos pesados. Dependendo do andar, esse subir/descer pode ser consideravelmente cansativo, sem contar que suas visitas mais velhas — pais, avós e sogros, por exemplo — talvez sintam dificuldades em lidar com os lances dos degraus.

Áreas de lazer menores

Encontrar áreas de lazer completas em prédios antigos? Esqueça! O que você pode notar são condomínios que adequaram ao entretenimento espaços antes destinados a outras finalidades.

Desse modo, é provável que sua busca por um imóvel antigo retorne edifícios com, no máximo, salão de festa, sala de ginástica e alguns brinquedos infantis — isso naqueles em que existe a preocupação com mudanças.

Porém, não ache estranho caso se depare com prédios onde a estrutura de diversão e convívio praticamente inexiste. Entenda que eles seguem a tendência de construções concebidas em outra época, sendo pensados para proporcionar o conforto dos moradores principalmente da porta do imóvel para dentro.

Agora que você já sabe o que esperar dos imóveis antigos, pese as condições vantajosas em oposição aos pontos fracos e reflita se tal compra atende a seus anseios e possibilidades. Leve em conta, ainda, o fato de que grande parte das construções com mais de 30 anos estão passando por remodelações.

Isso quer dizer que, ao ter seu interesse despertado pelas vantagens de um apartamento, vale a pena checar se mudanças vão ser implementadas no sentido de modernização. Se sim, trata-se de uma razão a mais para realizar a aquisição!

E você? Adora prédios e imóveis antigos, já morou em um deles ou pensa em experimentar esse estilo de moradia? Deixe um comentário e conte sua experiência!

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.