Guia completo com dicas de decoração para sua casa

Guia completo com dicas de decoração para sua casa

Além da estética, a decoração consegue despertar sentimentos — tornando os ambientes mais acolhedores, práticos, e personalizados. Sendo assim, impacta diretamente na qualidade de vida das pessoas que moram na casa ou apartamento. Como existem vários estilos e formas de ornamentar o imóvel e deixá-lo com o estilo dos moradores, é interessante ler dicas de decoração, como as que você vai encontrar aqui.

Preparamos um guia completo com informações relevantes para quem precisa de ideias para inovar ou reformar o imóvel. Ao longo do texto, vamos falar sobre tendências, cores, materiais, entre outros tópicos importantes para enfeitar cada cômodo da sua casa. Vamos lá? Boa leitura!

Entenda a importância de  planejar a decoração do apartamento

Muitas pessoas acreditam que pensar na decoração da casa é um luxo desnecessário, que serve apenas para impressionar as visitas. Entretanto, como vamos mostrar a seguir, essas pessoas estão totalmente enganadas. Existem vários bons motivos para decorar um imóvel, e esse planejamento tem tudo a ver com o bem estar de quem vive no local.

Aumenta a funcionalidade

Esse é um dos principais objetivos da decoração. Todos os objetos e móveis da casa, por exemplo, precisam ter o tamanho ideal (e devem estar posicionados de uma certa forma) para tornar o dia a dia mais prático. O melhor aproveitamento da área disponível, sempre pensando em deixar espaços livres para a circulação, evita muitos transtornos. A organização também contribui para que objetos sejam encontrados com mais facilidade.

Reduz o estresse

Já notou como locais bagunçados deixam as pessoas mais desestabilizadas? Um ambiente organizado, bem iluminado e bonito contribui para reduzir os níveis de estresse dos moradores. A decoração gera conforto físico e faz com que os moradores tenham mais vontade de aproveitar os cômodos da casa. Com a diminuição do estresse também podemos perceber uma melhora geral na saúde mental e física das pessoas que vivem no imóvel.

Favorece a iluminação natural

Ninguém gosta de viver no escuro. A iluminação natural traz vida para os ambientes e é essencial criar estratégias para aproveitar ao máximo a incidência solar. Esse é um dos critérios analisados durante o planejamento da decoração.

Além dos benefícios para a saúde, como a absorção de vitamina D e melhora no humor, a luz natural gera economia. Afinal, em um ambiente mais claro e arejado os moradores precisam gastar menos energia elétrica.

Melhora a socialização

Quem nunca deixou de convidar os amigos para jantar por vergonha da bagunça? A maioria das pessoas  não desejam que os outros saibam que a casa é extremamente desorganizada. Um local bem decorado deixa os moradores mais motivados e confortáveis para receber amigos e familiares.

Valoriza o imóvel

Se a casa ou apartamento for próprio, saiba que as melhorias, seja na estrutura ou no acabamento, são alguns dos critérios que valorizam a propriedade. O preço aumenta tanto para a venda, quanto para a locação, o que pode ser uma grande vantagem no futuro.

Decida entre contratar ou não um profissional

Contratar um decorador profissional ou um designer de interiores é uma possibilidade, principalmente para quem não tem tempo ou energia para decorar a casa. O profissional pode ser admitido para algumas áreas específicas ou para decorar o imóvel inteiro. Isso significa que é possível adaptar o projeto a sua necessidade e orçamento.

Existem algumas vantagens em contratar um profissional. Afinal, ele tem conhecimentos aprofundados sobre decoração, está atento às principais tendências e sabe quais são os materiais mais indicados para cada situação.

Outro benefício interessante é que o profissional de decoração conta com uma rede de parceiros, como pintores, marceneiros, lojas da área, o que pode possibilitar uma negociação de valores interessante. Se essa for a sua escolha, vale a pena procurar saber mais sobre isso com o contratado.

Entretanto, muitas pessoas preferem planejar a decoração sozinha para poderem decidir cada detalhe de como vai ser o seu lar, sem precisar da ajuda de terceiros. Apesar de ser um pouco mais trabalhosa, essa opção também tem as suas vantagens. Pode não ser fácil encontrar um profissional de decoração que consiga atender as suas necessidades de horários e estilo.

Caso contrate um profissional mal qualificado, corre o risco de a decoração final não ficar com a personalidade dos moradores. Geralmente, isso acontece quando ele recebe “carta branca” para fazer as escolhas do projeto e o estilo das pessoas que vão morar no imóvel fica em segundo plano.

Contratar ou não um profissional é uma decisão extremamente pessoal. A escolha precisa ser feita após analisar os custos, expectativas e objetivos da reforma.

Veja algumas perguntas que podem ajudar você a tomar a decisão com mais segurança.

  • qual é o orçamento disponível para a decoração?;
  • existe na sua região um profissional especialista no estilo que você deseja?;
  • você gosta de decoração e está disposto a pesquisar sobre o assunto?

Conheça as tendências de decoração

Contratando ou não um profissional de decoração, é interessante estar por dentro das tendências da área. Como você sabe, não existem regras absolutas quando o assunto é a ornamentação de espaços. Elas servem para estimular a imaginação e criatividade, inspirando as pessoas a fazerem as melhores escolhas para os seus projetos, seja aproveitando as tendências de luxo ou as mais simples.

Cores

É essencial escolher bem tons que vão cobrir as paredes da casa. Eles influenciam diretamente as sensações que as pessoas vão ter ao entrar em cada ambiente. Dessa maneira, um dos critérios que precisam ser considerados ao optar pela cor são as atividades que vão ser executadas no cômodo.

Se o lugar vai servir para descanso, por exemplo, tons de azul — que transmitem serenidade e tranquilidade — podem ser uma boa opção . Agora, se o objetivo é dar mais otimismo, energia e alegria a um cômodo, as cores amarela e laranja podem ser uma boa pedida.

Como existem inúmeras opções de cores disponíveis no mercado (uma mais bonita que a outra), tomar essa decisão não é nada fácil. Felizmente, marcas brasileiras de tintas divulgam as suas apostas de tons para o ano e as sugestões podem servir de referência.

Coral – Creme Brulée

A Coral indicou como referência a Creme Brulée — um tom caramelo relaxante e convidativo. A cor também pode dar a ideia de revitalização, segundo os especialistas da marca, tudo depende da iluminação do ambiente.

Sherwin-Williams – Caverna

A cor escolhida pela Sherwin-Williams é uma terracota quente, que traz a sensação de acolhimento e sofisticação. O tom terroso remete as cavernas e, consequentemente, aos nossos ancestrais. Apesar de lembrar o passado, a cor é muito moderna e requintada.

Eucatex – Especiaria Antiga

Aproximação com especiarias, a terra e os temperos, foram o que inspiraram a escolha da Eucatex. Especiaria Antiga também é um com terrosa, que envolve misturas de tons de rosa e vermelho. Um dos diferenciais do tom é que ele fica bem em ambientes internos e externos, trazendo aconchego e refinamento ao local.

Suvinil – Quentão

Lembra da famosa bebida típica das festas juninas? Foi pensando nela que a empresa deu nome a sua aposta de cor para 2019. A cor é um amarelo terroso, em tom um pouco mais fechado que a tonalidade mostarda, que transmite luz e aquecimento ao lugar. Ela é alegre, moderna e combina facilmente com outras paletas. Perfeita para dar aconchego e construir contrastes.

Pantone – Living Coral

O Pantone Color Institute, empresa que lança tendências globais de cores, também divulgou a sua aposta para 2019: a Living Coral. Uma tonalidade alegre e suave que foi feita, segundo a  diretora executiva da marca Leatrice Eiseman, “consumidores que anseiam por interações humanas e conectividade social”.

Materiais

Sustentabilidade e praticidade são algumas das palavras que podem conseguir resumir as tendências para materiais em 2019. Veja alguns exemplos.

Madeira

Tanto a madeira natural quanto a madeira escura vão estar em alta durante o ano. O material traz o conforto, que está sendo tão buscado em todas as tendências de decoração, além de ser muito bonito e versátil.

Granilite

Já ouviu falar desse material? Ele é a mistura de mármore, pedras naturais, cimento e pigmentos. Antigamente ele era aproveitado apenas para o revestimento de pisos, mas agora pode aparece em bancadas de banheiro e cozinha, tampas de mesas ou até sendo simulados em estampas de almofadas e papéis de parede.

Estilos

Descobrir qual é o seu estilo preferido de decoração pode ajudar e muito o momento de ornamentar o imóvel. Isso não significa que você deva seguir o mesmo modelo em todos os cômodos da casa, é possível adaptar e misturar estilos para que o resultado final fique com a sua personalidade. Conheça algumas tendências que vão estar muito presentes nas residências no decorrer deste ano.

Rústico

Esse estilo de decoração é inspirado nas casas campestres, se aproveita de acabamentos imperfeitos, texturas e elementos naturais. Panelas de ferro, peneira de palha e madeira de demolição são características de casas que seguem a tendência. A ideia é construir um ambiente simples, convidativo e aconchegante, como geralmente são as residências da zona rural.

Minimalismo

A ideia de que menos é mais também pode ser aplicada na decoração, é o estilo que chamamos de minimalismo. A estética minimalista, que é limpa e organizada, transmite a sensação de tranquilidade e disposição. Para isso, são usadas cores neutras e o menor número possível de objetos e móveis. O estilo é elegante, atemporal e muito prático.

Formas curvilíneas

Formas curvas também estão em alta. O objetivo é usar formas mais orgânicas para aproximar a décor ao meio ambiente, já que são mais próximas das que são encontradas na natureza. As curvas também são mais suaves e aconchegantes do que as linhas retas,

Veja onde elas podem aparecer nos ambientes:

  • poltronas;
  • cadeiras;
  • molduras;
  • espelhos;
  • luminárias.

Industrial

O estilo industrial é ideal para quem quer trazer um pouco do charme urbano para dentro de casa. As características principais da tendência são os espaços, janelas e portas amplas, estruturas aparentes e acessórios sofisticados.

Atente-se a iluminação de cada ambiente

Entra ano e sai ano e ela continua essencial para a decoração de qualquer espaço. A iluminação, que muitas vezes não recebe a devida atenção, é importante para esconder ou destacar objetos, passar sensações e facilitar as atividades que vão ser realizadas no espaço. Uma das ações mais econômicas e efetivas para isso é valorizar a iluminação natural. Isso pode ser feito com o uso de cortinas mais leves, por exemplo. Confira algumas dicas de como iluminar artificialmente cada ambiente do seu lar.

Quartos

Nos quartos a iluminação deve ser suave para não atrapalhar os momentos de descanso. A temperatura quente torna o lugar mais confortável. Uma iluminação de apoio próximo a cama, como um abajur ou luzes embutidas nas paredes, podem ser úteis para quem gosta de ler antes de dormir, por exemplo.

Cozinha

A iluminação da cozinha é muito importante, principalmente nas áreas de trabalho, como nas bancadas e o fogão. Além da luz geral, é indicado acrescentar luzes de LED ou  embutidas nos armários.

Sala

Nas salas é ideal aproveitar tons quentes e amarelados — que criam um clima mais intimista. Na sala de estar, quanto menos luminosidade melhor, sendo assim, a iluminação deve ser indireta para não atrapalhar as pessoas que querem assistir televisão.

Já na sala de jantar a prioridade tem que ser iluminar a mesa, o que pode ser feito com luminárias pendentes ou lustres. O estilo do objeto de iluminação pode variar de acordo com o restante da sala, existem pendentes de metal, redondos, de alumínio, entre diversas outras possibilidades.

Banheiro

A maioria das pessoas se arruma para sair no banheiro e esse é um dos motivos pelos quais é tão essencial iluminá-lo da forma correta. A iluminação geral do banheiro deve ser fria e combinada com uma luz de apoio, de forte ou média intensidade, ao lado ou na parte superior do espelho.

Decore cômodo a cômodo do apartamento

Realmente, são muitos detalhes para serem pensados. Porém saiba que planejamento fica muito mais simples se for pensado em partes — cômodo a cômodo. Afinal, cada parte do imóvel tem as suas características e necessidades próprias. Veja, a seguir, algumas dicas básicas para pensar a decoração de cada setor da sua casa.

Quartos

O quarto é um cômodo muito íntimo e especial para qualquer pessoa. É nele que descansamos depois de um longo dias de trabalho, conseguimos refletir sobre a vida a sós, e dormimos. A decoração para esse espaço precisa transmitir a personalidade do dono, ou dos donos, caso o quarto seja compartilhado, além de harmonia e equilíbrio.

A cama é o principal móvel do cômodo e deve ser escolhida com carinho, considerando a estética, a qualidade e o tamanho. Existe uma grande variedade de modelos e é preciso ter atenção para decidir qual melhor combina com o seu estilo e com o espaço.

Também é interessante investir na roupa de cama. Apesar de ser muito esquecida, ela faz toda a diferença no visual. Travesseiros ou almofadas extras na cama também podem contribuir para deixar o local ainda mais aconchegante.

Para deixar o ambiente com mais estilo, vale enfeitar o lugar com quadros, plantas ou até mesmo um tapete. Além do guarda-roupa, estantes, criados e cômodas podem ser úteis para evitar o acúmulo de bagunças. Espelhos também são uma boa pedida, principalmente se o espaço for pequeno.

As cores das paredes variam de acordo com o estilo pessoal, entretanto, recomenda-se aproveitar tons neutros, como o branco, bege ou cinza. Mas isso não significa que o quarto tenha que ser frio e sem graça. É possível inserir cores mais vivas em uma parede, nos móveis e objetos, ou até mesmo no teto do cômodo.

Cozinha

A cozinha é um setor essencial na casa e merece muita atenção e cuidado. Além de ser um cômodo para preparar as refeições, ela também é um lugar que pode motivar a convivência e a interação — principalmente quando estamos falando de cozinhas americanas, que são separadas pelas salas apenas por balcões.

A funcionalidade do espaço é essencial para que as atividades possam ser executadas com tranquilidade. Além de pensar muito bem onde vão ser posicionados os eletrodomésticos, vale a pena refletir sobre adquirir móveis planejados. Além de poderem ser personalizados com a cor e o material desejado pelos moradores, eles são criados com a medida exata da cozinha.

As pastilhas são uma maneira econômica e prática de dar mais cor ao ambiente. Elas são fáceis de serem encontradas e instaladas e fazem toda a diferença. É uma ótima opção para aproveitar as cores tendências do ano no cômodo com muito estilo.

Observe outras ideias para deixar a cozinha bem decorada:

  • utensílios aparentes;
  • parede com tinta de lousa;
  • adesivo de azulejos.

Sala

A sala precisa ser um ambiente confortável, afinal, é usada para a socialização e as pessoas costumam ficar um bom tempo nela. A decoração certa possibilita que mais bons momentos possam ser apreciados no local.

Para decidir o estilo é importante observar o espaço e a rotina dos moradores do imóvel. Se a sala for pequena, por exemplo, vale adotar o minimalismo e reduzir ao máximo os itens do ambiente para que a circulação não fique comprometida. Além da distribuição dos móveis, também é essencial se atentar a iluminação e as cores usadas — tons claros dão a sensação de amplitude ao cômodo, da mesma forma que os espelhos.

Se o tamanho não for um problema, pode ser interessante adicionar cores mais fortes nas paredes ou mesmo inserir um grande tapete, ele pode ser útil para trazer mais aconchego ao local. O tamanho também pode ser aproveitado para acomodação de um sofá proporcional ao espaço.

Vasos de planta, quadros, almofadas e luminárias, também podem ser usadas tornar a sala mais estilosa. Entretanto, cuidado! Não é só porque a sala é espaçosa que precisa ser entulhada de objetos. Funcionalidade e bom senso são bem-vindos seja qual for o tamanho da sala.

Banheiro

O banheiro costuma ser o menor cômodo da casa e geralmente é o que recebe menos atenção no momento da decoração. Com um pouco de criatividade e aproveitando poucos elementos o local passa por uma grande transformação.

Um bom exemplo disso são os papéis de parede impermeáveis, que podem ser aplicados em áreas úmidas. Existe uma infinidade de possibilidade de texturas e estampas que podem ser aplicadas de forma bem fácil e modificar o visual do banheiro.

Nichos de madeira podem ser usados para guardar os itens de higiene de forma organizada e estilosa. Vasos de plantas, caixas organizadoras, saboneteiras e até as toalhas podem ser elementos para deixar o lugar mais aconchegante.

Varanda

Ter uma área externa é o sonho de muita gente e quem ter a sorte de ter um espaço assim precisa aproveitá-lo ao máximo. Ele pode ser aproveitado como um refúgio para descansar durante a semana e receber os amigos nos dias de descanso.

Painéis com plantas, ou até mesmo uma horta vertical feita de pallets, ou de caixotes de feira, podem ser uma boa opção para trazer elementos naturais para a varanda. Flores e até mesmo pequenas árvores frutíferas trazem frescor e alegria a qualquer lugar e podem se dar muito bem na área externa.

Os móveis escolhidos para o ambiente externo merecem atenção. Eles precisam ser resistentes as variações climáticas para que durem por mais tempo. O estilo rústico, que está presente nas tendências de móveis, valoriza as texturas naturais e combina muito bem com o cômodo. A madeira, por exemplo, com o devido tratamento, pode ser uma alternativa e, como já vimos, está super em alta.

A decisão também precisa ser pensada de acordo com os objetivos do lugar. Os moradores vão aproveitar a varanda como área de churrasco, cantinho de leitura, descansou ou uma mistura de tudo isso? Os móveis precisam se adaptar a resposta de forma prática e confortável.

Decorar a casa é um investimento que vale a pena. Um imóvel bem cuidado favorece o bem-estar e torna o dia a dia dos moradores muito mais agradável e funcional. Não é tão complicado quanto parece, basta estar atento as tendências de decoração e adaptar as referências ao seu estilo, espaço e orçamento. Esperamos que as nossas dicas de decoração tenha motivado e inspirado você a decorar o seu lar.

Você tem alguma dica, dúvida ou informação para acrescentar sobre o assunto? Deixe um comentário!

Compartilhar: