Imóvel novo ou usado? Conheça os prós e contras de cada um

Imóvel novo ou usado? Conheça os prós e contras de cada um

Zahle

Pronto! Chegou aquele momento tão sonhado — adquirir a casa própria! Mas também se trata de uma ocasião repleta de dúvidas, e uma delas é: comprar imóvel novo ou usado? Qual a melhor opção? Qual delas se enquadra mais nas suas exigências e expectativas?

Aí vale refletir sobre vários aspectos. É bem verdade que, quando se pensa em comprar um imóvel, a primeira coisa que vem à mente é algo ainda na planta ou novo, e que você seja o primeiro morador. Mas, dependendo de alguns fatores, nem sempre essa é a melhor escolha. Existem os prós e os contras de cada opção.

Foi pensando nisso que resolvemos fazer este post, que abordará as vantagens e as desvantagens de cada uma dessas alternativas. Assim, você pode decidir qual é a melhor escolha. Continue a leitura e confira!

Vantagens e desvantagens de comprar um imóvel novo ou usado

Antes de escolher um imóvel usado, um bom começo é saber a idade dele. As diferenças entre uma casa ou um apartamento de 10 e 30 anos de existência são bem grandes. A espessura das paredes, a necessidade de adaptações e reformas, o nível de ruído, entre outros aspectos, devem ser levados em consideração. Por isso, por mais conservado que esteja aparentemente, não se iluda apenas por isso.

Já um imóvel na planta tem a vantagem de ser novinho, no entanto você não o vê e nem sempre a planta condiz com a realidade. Confira as vantagens e as desvantagens dessas alternativas!

Vantagens e desvantagens de comprar imóveis antigos (com mais de 30 anos)

Vantagens:

  • preço mais acessível: em imóveis mais velhos, com 30 anos ou mais, é possível conseguir pagar um valor mais em conta no metro quadrado;
  • localização privilegiada: construções erguidas há cerca de 30 anos geralmente se localizavam em regiões centrais. Já os mais novos não, os espaços foram diminuindo e as opções também, com o passar do tempo;
  • mais espaço físico: antigamente os apartamentos eram mais espaçosos, diferentemente do que ocorre com os imóveis atuais. As cozinhas eram grandes e quadradas, os quartos também bem maiores, existiam dependências de empregada e área de serviço. Ou seja, para uma família grande essa é uma excelente opção;
  • pé-direito maior: em apartamentos com mais de 30 anos, o pé-direito (distância entre o chão e o teto) era bem maior, isso dava a sensação de amplitude. Para você ter uma ideia o pé-direito de um apartamento chegava a ter 3 metros, os atuais ficam em 2,20 metros, em média;
  • paredes mais espessas: isso evitava que ruídos de outros locais incomodassem os moradores. Hoje as paredes são finas e permitem um ruído muito maior.

Desvantagens:

  • poucos pontos de tomadas: esse fator tem a ver com a evolução tecnológica que hoje exige variadas tomadas em cada ambiente. Devido à quantidade de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos, um imóvel antigo requer uma reforma nesse sentido.
  • tubulação galvanizada: em apartamentos antigos, os tubos eram galvanizados e, com o tempo, ficam corroídos. Isso gera um grande transtorno, pois certamente o prédio passará por uma reforma que envolve gastos e alguns períodos sem água;
  • pequena área de lazer: prédios muito antigos não contam com uma boa área de lazer, o que hoje em dia é bastante valorizado — em especial por casais com filhos pequenos.

Vantagens e desvantagens de comprar móveis usados recentes (com menos de 20 anos)

Vantagens:

  • mais valorizados: pelo fato de haver mais modernidades, é um imóvel com maior valor de mercado. Isso deve-se principalmente ao fato de ser mais atualizado arquitetonicamente, apresentando um estilo mais atual;
  • área de lazer maior: nesse período, já se valorizava uma boa área de lazer com locais para as crianças brincarem, como piscina, parquinho, churrasqueira, entre outros. Hoje, isso é bastante exigido por quem busca um imóvel e agrega valor ao empreendimento;
  • dispõem de mais tomadas: estão mais preparados para a tecnologia que só evolui e, por isso, já contam com mais pontos de tomadas —, não havendo necessidade de mudanças ou reformas na rede elétrica.

Desvantagens:

  • paredes mais finas: possuem paredes mais finas e pé-direito baixo, o que facilita a propagação de ruídos de outros apartamentos. No entanto, para a tecnologia Wi-Fi é uma grande vantagem, visto que as barreiras entre os cômodos são menores e o sinal é mais bem distribuído;
  • localização: geralmente novos empreendimentos são construídos em locais mais afastados, que carecem de um comércio mais variado e de facilidades, como supermercados, escolas, transporte público, entre outros;
  • custo mais alto da taxa de condomínio: devido à manutenção da área de lazer e dos variados gastos com funcionários, entre outros fatores, a taxa de condomínio de prédios mais novos tende a ser mais alta.

Vantagens e desvantagens de comprar imóveis na planta

Vantagens:

  • forma de pagamento: uma compra com o empreendimento em construção é geralmente mais facilitada, o que não ocorre ou, pelo menos, é mais difícil com um imóvel usado;
  • não precisa de reforma: além de deixar o apartamento no seu estilo, você pode escolher os itens com os quais decorará seu cantinho. E o melhor, não precisará de reforma;
  • valor de revenda maior: o investimento em um apartamento na planta só tende a valorizar. Na verdade, é bem maior do que o da compra.

Desvantagens:

  • o preço pode ficar maior: apesar do financiamento atraente, geralmente com parcelas acessíveis, o comprador pode pagar mais pelo imóvel, pois há algumas taxas que surgem, entre outros gastos;
  • o comprador não vê o apartamento: em alguns casos, o comprador entra em armadilhas e acaba comprando um imóvel menor do que imaginava. Algumas construtoras mostram a planta em uma escala e os móveis em outra. Fique atento a isso!
  • atraso no prazo de entrega: muitas vezes, o prazo de entrega não é cumprido. Vale ressaltar que até seis meses de atraso é permitido por lei, mas muitas vezes a entrega demora mais, bagunçando a vida do comprador. Cabe processo quando esse prazo não é cumprido.

Como você pôde conferir neste post, há muito o que se analisar ao fazer a opção por comprar um imóvel novo ou usado. Você deve ter suas prioridades bem estabelecidas e pesar os prós e os contras na sua escolha.

Se você gostou deste post, siga-nos, então, no Facebook e acompanhe nossas atualizações. Estamos sempre produzindo bons conteúdos para nossos clientes e leitores!

KZ Jabaquara

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.