Gafisa se desfaz de última 'joia da coroa' ao vender loteadora Alphaville

Incorporadoras apoiarão ‘Semana do Brasil’ e farão oferta de um ano de condomínio grátis

São Paulo, 27/08/2019 – O Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) anunciou hoje que apoiará a “Semana do Brasil”, evento promovido pelo governo federal em parceria com empresas privadas, que ocorrerá entre 6 a 15 de setembro. As incorporadoras que aderirem ao evento oferecerão um ano de condomínio grátis a quem fechar a compra de um apartamento durante a semana. O anúncio ocorreu durante convenção organizada pelo sindicato, que reúne empresas do setor.

“A promoção será de, no mínimo, um ano de condomínio grátis. Quem quiser ofertar mais, claro que é bom”, disse o fundador e vice-presidente do conselho de administração da Tecnisa, Meyer Nigri, presente na convenção. Nigri contou que foi convidado a participar das reuniões entre o governo federal e representantes empresariais para definir as promoções que serão realizadas. “Minha sugestão foi que essa seja uma semana também de patriotismo, para o brasileiro vestir a camisa, botar fitinhas, desfilar com bandeira. O brasileiro só é patriota durante a copa do mundo, e só quando ganha”, mencionou. Segundo ele, a intenção é que a Semana Brasil se repita nos próximos anos, assim como a Black Friday.

O empresário também contou ter sido o articulador por trás do lançamento da nova linha de financiamento imobiliário da Caixa Econômica Federal com os contratos corrigidos pelo IPCA. Meyer disse que apresentou a sugestão para o economista Paulo Guedes no ano passado, antes mesmo de ele se tornar ministro da Economia. Mas na ocasião, ouviu de Guedes que o foco do governo seria a reforma da Previdência. Meses depois, em um segundo encontro durante a homenagem feita em Dallas, nos Estados Unidos, ao presidente Jair Bolsonaro, Guedes teria aceitado levar a proposta adiante, segundo Meyer. “Sou muito amigo do presidente, fui lá prestigiá-lo em Dallas. Aí apresentei a proposta de novo ao Paulo Guedes e dessa vez eles levaram a minha pastinha com eles”, contou o empresário. Na semana passada, durante o anúncio da nova linha de crédito, Bolsonaro agradeceu nominalmente Meyer em seu discurso.

Durante a convenção, o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci, reiterou a perspectiva de crescimento do mercado imobiliário na capital paulista este ano. “A tendência, seguramente, é que a gente cresça em relação aos últimos anos”, afirmou, durante convenção que reúne empresários do setor. A estimativa é que o mercado encerre 2019 com um patamar entre 37 mil e 41 mil unidades lançadas, o que representa estabilidade ou alta de até 10% em comparação com 2018, quando foram 37 mil.

Por sua vez, o presidente da incorporadora Even, Leandro Melnick,avaliou que o mercado vem se recuperando após a crise dos anos anteriores e acrescentou que vê sinais políticos de incentivo, como o lançamento da nova linha de crédito corrigida pelo IPCA, que amplia a fonte de recursos para a habitação. “Está evidente que o governo acredita na tese de que o segmento da construção civil é capaz de tirar o País da crise. Politicamente o governo entende isso, de fato”, afirmou. Apesar da retomada do mercado, Melnick disse que o preço dos imóveis ainda não tem subido de modo significativa, uma vez que as vendas ainda não são consistentemente superiores aos lançamentos, e a demanda tem sido reaquecida aos poucos. (Circe Bonatelli)

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.