Infraestrutura/Freitas: Estudamos novo instrumento de emissão de debênture para facilitar projetos

Campos do Jordão, 5/4/2019 – O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou na tarde desta sexta-feira, 5, que a equipe dele tem estudado um instrumento para emissão debêntures para facilitar projetos na área.

“Cremos em um futuro auspicioso. Estudamos uma alteração na lei 12.431 (que trata de emissão de debêntures incentivadas), semelhante ao que ocorreu com o setor imobiliário, como um instrumento para facilitar projetos de infraestrutura”, afirmou, durante o 18º Fórum Empresarial LIDE, em Campos do Jordão (SP).

 

Na avaliação do ministro, o mercado de capitais brasileiro tem capacidade de absorver e tomar muito risco.

 

Aplaudido diversas vezes durante sua apresentação, Tarcísio Freitas ressaltou as parcerias com o setor privado que a pasta dele tem buscado.

 

De acordo com o ministro, ele e sua equipe desejam trazer o modelo de ferrovia privada para o País.

 

Freitas citou ainda que há um plano para que empresas concessionárias de ferrovias invistam valores de outorga na construção ou na ampliação de projetos de infraestrutura, em vez de direcioná-los ao Tesouro. “Tenho certeza que o (ministro da Economia) Paulo Guedes não vai se importar com isso”, ressaltou.

 

Sobre rodovias, de acordo com Freitas, a Caixa, a Empresa de Planejamento e Logística (EPL) e o BNDES vão ajudar na estruturação de projetos.

 

Sobre aeroportos, Freitas ressaltou que acredita que o próximo leilão também será sucesso. Ele disse ainda que está sendo estudado um acordo de céus abertos, semelhante ao acertado com os Estados Unidos, para a União Europeia e a Argentina. (André Ítalo Rocha, Daniel Weterman, Mateus Fagundes e Pedro Venceslau)

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.