Índice mostrando aumento do ipca

IPCA para 2022 sobe de 5,00% para 5,02%, prevê Focus

Brasília – A mediana apurada no Relatório Focus para o IPCA, o índice de inflação oficial, segue apontando para o segundo ano consecutivo de rompimento da meta a ser perseguida pelo Banco Central (BC). A projeção subiu de 5,00% para 5,02%, contra 5,00% do teto da meta do ano que vem. Foi o 20º aumento consecutivo. Há um mês, a previsão era de 4,63%. Para 2021, a mediana também seguiu sua escalada, passando de 10,15% para 10,18% – a 35ª alta seguida – e já supera em quase 5 pontos porcentuais a banda superior do objetivo inflacionário deste ano (5,25%). A estimativa era de 9,33% há quatro semanas.

Considerando as 98 respostas nos últimos cinco dias úteis, a expectativa para o IPCA de 2021 seguiu em 10,19%. Para 2022, também foram feitas 98 atualizações nos últimos cinco dias, com a estimativa variando de 5,15% para 5,01%.

O relatório divulgado nesta segunda-feira, 6, também vem mostrando aumento da desancoragem em horizontes mais longos. A expectativa para o IPCA em 2023 subiu de 3,42% para 3,50%, enquanto, para 2024, a mediana continuou em 3,10%. Há quatro semanas, essas projeções eram de 3,27% e 3,10%, respectivamente. A meta para 2023 é de inflação de 3,25%, com margem de 1,5 ponto (de 1,75% a 4,75%). Já para 2024 o objetivo é de 3,00%, com margem de 1,5 ponto (de 1,5% para 4,5%).

No comunicado do Comitê de Política Monetária (Copom) de outubro, o BC atualizou suas projeções para a inflação com estimativas de 9,5% em 2021, 4,1% em 2022 e 3,1% em 2023. O colegiado elevou a Selic em 1,5 ponto porcentual, para 7,75% ao ano.

O BC deixou de publicar, no documento do Focus, as projeções sobre o Top 5. Estes dados podem ser consultados no Sistema de Expectativas de Mercado.

Meses

Os economistas do mercado financeiro elevaram a previsão para o IPCA em novembro de 2021, 1,03% para 1,07%, conforme o Relatório de Mercado Focus. Um mês antes, o porcentual projetado era de 0,60%.

Para dezembro, a projeção no Focus passou de alta de 0,75% para 0,72%, de 0,66% há quatro semanas. O Relatório Focus também trouxe revisão na projeção para o IPCA em janeiro de 2022, que variou de 0,56% para 0,55%. Há um mês, estava em 0,50%

A inflação suavizada para os próximos 12 meses passou de alta de 5,48% para 5,36% de uma semana para outra – há um mês, estava em 5,11%.

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.