Após se capitalizar, Tecnisa prepara lançamentos para 2020

Para desovar estoque de imóveis retomados, banco dá desconto médio de 30%

São Paulo, 03/10/2019 – A aquisição de um imóvel do estoque de bens retomados pelos bancos pode ser um bom negócio, uma vez que o desconto médio nessas transações é de 34% para casas e 30% para apartamentos em relação aos valores praticados no mercado. Em um terço dos casos, a economia chega a alcançar a faixa de 40% a 50%. Em média, as casas são ofertadas por R$ 125,4 mil, enquanto os apartamentos, por R$ 139,4 mil, conforme dados da plataforma de revenda de imóveis Resale. O mapeamento levou em conta o universo de 18,8 mil unidades retomadas pela Caixa Econômica Federal e que estavam disponíveis para comercialização no último mês.

Quanto mais alto, maior o tombo. A Caixa é líder na concessão de financiamentos no País, com uma fatia de cerca de 69% desse mercado. Por isso, foi o banco que teve o maior volume de execução de dívidas devido à inadimplência de mutuários durante a crise nacional nos últimos anos. Ao todo, o estoque de imóveis dos cinco maiores bancos do País – Caixa, Bradesco, Itaú Unibanco, Santander e Banco do Brasil – soma aproximadamente R$ 18 bilhões, segundo a Resale.

Mesmo com um estoque indesejado, a retomada de imóveis de inadimplentes não chega a ser uma perda capaz de abalar profundamente a saúde dos bancos. Isso porque os empréstimos concedidos correspondem, em média, a 60,6% do valor do imóvel, o que dá fôlego para a oferta de descontos robustos na hipótese de retomada e revenda. (Circe Bonatelli, da Agência Estado)

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.