Empresas e Setores – Comissão de consumidores pretende assumir obra da PDG em Manaus

São Paulo, 11/07/2017 – Uma comissão de donos de apartamentos do Palm Beach, empreendimento da PDG Realty em Manaus (Amazonas), pretende assumir a gestão da obra, que parou em 98,3%. Os consumidores estão descontentes com o processo de recuperação judicial da incorporadora e começaram a discutir uma solução para o caso junto ao Bradesco, financiador da construção.

Quem ganha?

O Bradesco defende que os empreendimentos imobiliários sejam retirados da recuperação judicial da PDG. Com isso, o banco não precisa se sujeitar à fila de credores do processo legal, enquanto os consumidores ganhariam o direito de decidir se liquidam o prédio ou seguem adiante com a obra, inclusive com a possibilidade de destituir a PDG.

Falta pouco

O Palm Beach tem 270 apartamentos de médio-alto padrão e ainda precisa de R$ 3,2 milhões para concluir a obra. Se o dinheiro for liberado, é possível terminar o acabamento e obter o Habite-se em três meses. No entanto, ainda será preciso resolver a dívida pendente de R$ 33,5 milhões com o Bradesco.

(Circe Bonatelli – circe.bonatelli@estadao.com)

Fonte: Broadcast

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.