Quais são os fatores que influenciam na valorização do imóvel? Confira agora!

Quais são os fatores que influenciam na valorização do imóvel? Confira agora!

Independentemente da crise pela qual passa o país, o mercado imobiliário demonstra sinais de recuperação, tornando o momento favorável para quem deseja vender.

No entanto, para que os negócios tenham sucesso, é muito importante conhecer os fatores que influenciam a valorização do imóvel. De fato, algumas características valorizam bastante uma propriedade, como tamanho, número de dormitórios, estado de conservação, entre outros.

Contudo, existem outros fatores determinantes, como localização, segurança e praticidade, que chamam bastante atenção e estão entre as exigências mais relevantes do consumidor.

Neste post, vamos relacionar os fatores que mais influenciam na valorização do imóvel. Continue a leitura e confira!

O que significa a valorização do imóvel?

Provavelmente, você já ouviu falar que, para vender ou comprar um carro já usado, é necessário saber até a quilometragem percorrida pelo veículo, pois diversos fatores podem afetar no valor do automóvel.

Com os imóveis também é assim, então a valorização do imóvel se refere, tanto ao processo de mudanças internas quanto às condições da região e do mercado. Ao negociar o valor de imóveis, é preciso saber quais fatores podem influenciar diretamente no cálculo e, por isso, é necessário acompanhar a valorização desse bem, ao longo dos anos.

Por que é importante atentar aos fatores que influenciam a valorização do imóvel?

A valorização imobiliária pode ser identificada por meio da diferença de preços de um imóvel no momento em que é adquirido e avaliado no mercado. Dessa forma, ao analisar o histórico de valores, é possível saber se o imóvel passou por uma valorização ou desvalorização, com o passar do tempo.

Apesar de haver a ideia de que o preço de todos os bens tende a aumentar cada vez mais, não é sempre que isso acontece: o preço dos imóveis está sujeito a diversos outros fatores para além do tempo, como as suas características, a infraestrutura da localização, bem como cenário da economia e do mercado imobiliário no país.

Então, ficar atento aos pontos que podem levar um imóvel a ser mais valorizado ou desvalorizado no futuro é algo altamente recomendável para auxiliar na conquista de melhores resultados em suas negociações, evitando prejuízos financeiros e dores de cabeça.

Quais fatores influenciam na valorização do imóvel?

Como falamos, são diversos os fatores que podem afetar a valorização de um imóvel. Agora que você já sabe que é preciso ter atenção a eles, é importante saber o que deve ser observado para ficar sempre de olho, antes de assinar qualquer contrato. Então confira, a seguir, os principais fatores para obter mais sucesso nas próximas negociações.

Condições do imóvel

Já teve a sensação de que um imóvel não estava sendo valorizado, somente pela aparência externa dele? Pois é, um dos fatores que mais podem influenciar na valorização desse bem é a sua característica física. Porém, é preciso ir para além da aparência ao analisar suas condições: vale verificar a quantidade de cômodos, a necessidade de reformas, a metragem do terreno e até o tipo de material que foi utilizado em sua construção.

Qualidade dos acabamentos

Por falar em material utilizado, os acabamentos fazem toda a diferença, tanto no conforto dos morados e na durabilidade do imóvel quanto no valor avaliado no mercado imobiliário. A qualidade interna dos imóveis tem tudo a ver com o acabamento que foi feito, sendo um fator decisivo para aumentar ou reduzir o preço.

Localização

A localização é um dos fatores que valorizam bastante um imóvel. Por isso, a proximidade com a linha do metrô, hospitais, escolas, áreas verdes e restaurantes merece destaque em qualquer anúncio. Hoje, mais do que nunca, as pessoas priorizam esse aspecto em suas escolhas. Alguns bairros são bem mais valorizados que outros, e isso se deve a diversos fatores.

De fato, o local onde se encontra uma residência engloba muita coisa que é requisito para os compradores, como segurança, boa oferta de serviços, transporte, entre outros — aí o valor do metro quadrado variar muito de um local para outro. O desenvolvimento da região não pode ser deixado de lado, pois os investimentos feitos pelas prefeituras em melhorias na infraestrutura do bairro agregam, certamente, valor a qualquer imóvel.

No entanto, é importante que pensemos também no futuro e na possibilidade de valorização de alguns imóveis, com o tempo. Na verdade, os centros urbanos vêm crescendo bastante e a tendência é que ganhem mais relevância. É importante ficar atento para que não se ande na direção oposta a esse movimento.

Comércio local

Pegando carona na localização, o comércio local influencia muito na valorização do imóvel. Por isso, regiões onde existem shoppings são mais valorizadas, pois as pessoas têm acesso a um comércio diversificado. Em um só espaço, é possível ter acesso a serviços, cursos, academias, farmácias, supermercados, etc.

Locais com um comércio diversificado chamam a atenção, pois facilitam muito a correria do dia a dia. Fazer compras a pé, sem ter que tirar o carro da garagem, é considerado um luxo para muitas pessoas.

Acessibilidade

Quanto mais opções de transporte público houver em determinada região, bem como a sua proximidade a vias de acesso rápido, mais atraente ela se torna para moradia. Ter um bom acesso à rede de transportes melhora bastante a qualidade de vida das pessoas.

Hoje, há muita perda de tempo no trânsito e no vai e volta do trabalho, assim como a outros compromissos. A acessibilidade está, certamente, entre as exigências de muitos que buscam a casa própria dos sonhos.

Segurança

A violência é um problema enorme presente nos grandes centros e, por isso, a segurança passa a ser uma forte exigência para os que buscam a casa própria. Locais com uma infraestrutura segura estão entre os mais cotados.

Um condomínio que se destaque no mercado precisa ter alguns recursos de segurança, como câmeras, porteiro, áreas internas vigiadas, alarmes, entre outros. Além disso, locais que registram a ocorrência de muitos assaltos e roubos tendem à desvalorização, uma vez que são medidos e divulgados pelos órgãos de segurança.

Espaço

metragem da propriedade é um ponto que merece destaque e, para muitos, é atributo essencial. Por isso, não deve faltar em anúncios, principalmente se o imóvel contar com muitos metros quadrados. De uma forma geral, os mais amplos são mais caros do que os menores.

No entanto, é também relevante a forma como os cômodos são distribuídos pelo espaço. Na maioria dos casos, as pessoas dão preferência por residências com quartos e banheiros espaçosos, em vez de salas enormes.

Características internas do imóvel e do condomínio

Quanto mais novo for o imóvel, mais valorizado ele será. Afinal, ele terá mais tempo pela frente, sem necessitar de reparos e reformas. Em imóveis desse tipo, tudo é novo, desde a parte elétrica até a hidráulica.

Pontos que influenciam a valorização de um imóvel:

  • vista — o que se vê pela janela também influencia no valor do imóvel;
  • incidência do sol — imóveis que recebem luz solar direta são os mais apreciados, pois colaboram para a salubridade, além de favorecer a economia de energia elétrica, durante o dia;
  • tamanho;
  • número de cômodos e banheiros;
  • presença de suíte, varanda e churrasqueira;
  • possibilidade de customização;
  • necessidade de reforma;
  • vizinhança tranquila e silenciosa;
  • altura do imóvel — quanto mais alto, mais valorizado será;
  • entre outros.

A estrutura do condomínio é também fator que influencia o valor dos imóveis, confira:

  • prédios com revestimentos externos mais nobres;
  • segurança nas áreas comuns;
  • várias opções de áreas de lazer;
  • áreas comuns;
  • vagas na garagem;
  • tecnologias utilizadas;
  • entre outros.

Documentação

documentação de um imóvel está intimamente relacionada com a sua valorização, visto que um imóvel com pendências na prefeitura, como em processos de inventário e herança, demandará tempo e gerará custos para passar pelos devidos trâmites burocráticos.

Por isso, é essencial a verificação dos documentos, bem como sua situação fiscal para a realização de um bom negócio. Dívidas em atraso, como taxas e impostos, costumam também gerar gastos e desvalorizar a propriedade.

Tecnologia

A tecnologia é item de exigência em várias áreas, e em condomínios contemporâneos não é diferente. A tecnologia, nesse caso, é utilizada em elevadores, portões eletrônicos, comunicação entre administração e moradores, etc. Na verdade, são recursos que agregam um ar de modernidade aos condomínios, assim como garantem uma maior segurança às pessoas que moram no local.

No entanto, não é somente para o conforto que a tecnologia é empregada: é de grande valia para a garantia da segurança de todos. Ela é utilizada para instalação de câmeras de segurança e na modernização das portarias 24 h, como nos casos de portaria remota — sistemas eletrônicos que observam a entrada e saída do prédio —, solução que também colabora para a redução de custos do condomínio.

Como você observou neste post, muitos fatores influenciam a valorização do imóvel. Por isso, todos os detalhes são relevantes e, na hora de anunciar e vender, é importante citá-los — uma vez que agregam bastante valor, principalmente aos olhos do comprador.

E então, gostou deste artigo sobre valorização do imóvel? Esperamos que tenha ajudado você a entender sobre o que é esse conceito e qual é a importância de entendê-lo para ter mais sucesso com as suas negociações.

Confira mais sobre quais fatores devem ser considerados na avaliação de imóveis para definir o seu valor, a fim de evitar arrependimentos posteriores e obter mais segurança na negociação de compra e venda.

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.