Qualidade de vida em Curitiba: veja os melhores bairros da cidade

Qualidade de vida em Curitiba: veja os melhores bairros da cidade

O Brasil começa a experimentar a chegada das frentes frias e é impossível não falar de Curitiba, a capital mais fria do país. No entanto, não é apenas frio que a capital do Paraná tem a oferecer. Neste artigo, falaremos sobre a qualidade de vida em Curitiba.

Se você está pensando em se mudar para a cidade, se quer investir lá ou se apenas deseja entender os aspectos gerais de uma das cidades mais famosas do país, este artigo foi feito para você. Então, boa leitura!

Qualidade de vida em Curitiba

A capital do Paraná tem uma população de quase 2 milhões de habitantes. Tornou-se famosa mundialmente na década de 1970, quando implementou um sistema de transporte inovador: o BRT.

Nesse modal, os ônibus trafegam por uma canaleta exclusiva. Com isso, ganham velocidade e não ficam presos em engarrafamentos. Mais eficiente, o transporte público curitibano atraiu passageiros, segurando o uso de automóveis por seus cidadãos — o que também contribuiu para que a cidade não tivesse problemas de lentidão no trânsito por um bom tempo.

Esse sistema foi copiado por cidades do mundo todo, como Bogotá, na Colômbia, e a norte-americana Nova York.

Além disso, a capital paranaense se destaca como a 4ª melhor capital para se viver após os 60 anos. Um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) avaliou fatores como a presença de cultura, saúde, habitação e trabalho para formar esse ranking.

Ademais, Curitiba possui quase 30 parques e bosques espalhados pela cidade, garantindo opções gratuitas de lazer aos moradores. Todos eles podem ser acessados pelas linhas de ônibus da cidade.

O Portal Sempre Família analisou o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) das cidades paranaenses e concluiu que Curitiba é a cidade que apresenta os indicadores mais positivos do estado.

O IDHM varia de 0 a 1. Nesse estudo, são considerados aspectos como: expectativa de vida, mortalidade infantil e taxa de escolaridade. Curitiba alcançou 0,8 o que é considerado como “muito elevado”.

Cuidado com o Meio Ambiente

A cidade também se tornou famosa pelas campanhas de conscientização ambiental. Durante o final da década de 1990 e começo dos anos 2000, as crianças curitibanas foram educadas pela “Família Folha”.

As mascotes ensinaram os pequenos a importância da reciclagem de materiais sólidos. Os programas de reciclagem da cidade foram aperfeiçoados ao longo do ano. Atualmente, o Eco Cidadão e o Câmbio Verde já foram elogiados por membros da Unesco. O Câmbio Verde incentiva famílias de baixa renda e trocarem materiais recicláveis por alimentos, que são fornecidos pela Prefeitura.

Para finalizar, destacamos um fato importante: Curitiba é a capital mais saneada do Brasil. Os curitibanos contam com 100% de água tratada em toda a cidade e mais 94% de coleta de esgoto. Tudo isso fez com que a cidade fosse considerada a “mais ecológica da América Latina”, de acordo com relatório Green City Index.

Agora, que tal conhecer algumas características dos bairros curitibanos mais populares?

Aspectos gerais dos bairros mais famosos

É interessante frisar uma característica curiosa sobre a cidade: alguns segmentos econômicos se concentram em determinados bairros. Por exemplo: a atividade industrial está concentrada no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC), o comércio de automóveis e produtos correlatos é abundante no Prado Velho e o comércio de móveis é mais popular no Portão — e esses foram apenas três exemplos. Agora, vamos conhecer alguns bairros.

Água Verde

É o bairro com maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da cidade. Famoso pela arborização de suas ruas, o que contribui para que a localidade tenha um clima agradável.

Outro ponto interessante é que o bairro conta com diversas linhas de ônibus. Para aqueles que preferem andar de carro, não há problema, pois o local possui diversas vias expressas, tornando a locomoção mais rápida.

Além disso, o Água Verde está a alguns minutos do centro da cidade e conta com a presença de shopping, cinema e, claro, da Praça do Japão, um dos cartões-postais mais famosos de Curitiba.

Portão

O Portão é o segundo bairro mais procurado por quem quer viver em Curitiba. O bairro conta com uma excelente distribuição de linhas de ônibus, afinal, nesse bairro está localizado um dos principais terminais rodoviários da cidade.

Ademais, esse bairro possui dois shoppings, um ao lado do outro. São centenas de opções de compras. Além disso, nele está localizado um importante centro cultural: o Portão Cultural. Nesse espaço existe uma biblioteca, cinemas que exibem filmes alternativos e espaço para exposições. Todas essas atividades têm preços acessíveis.

É importante frisar que o terminal de ônibus, os dois shoppings e o centro cultural ficam a alguns metros de distância entre eles. O bairro ainda conta com várias opções de restaurantes, bares e lanchonetes.

Santa Felicidade

Bairro com forte influência italiana, é um dos mais visitados por turistas e fãs da gastronomia. No entanto, no dia a dia, se apresenta como um bairro familiar, calmo e ideal para quem quer ter contato com a cultura italiana. Nesse ponto da cidade existe a presença de muitas empresas familiares, sobretudo as alimentícias, que produzem queijos e vinhos artesanais.

Nesse bairro vivem cerca de 25 mil pessoas e os imóveis custam cerca de R$ 1 milhão. Ao contrário de outros bairros da cidade, Santa Felicidade ainda oferece oportunidades para compra de casas, para aqueles que não querem viver em apartamentos.

Batel

Nesse bairro concentram-se os edifícios mais luxuosos da cidade. Além disso, o bairro do Batel é referência em alta gastronomia, pois os restaurantes mais famosos estão localizados nessa parte da cidade.

Morar no Batel também significa ser vizinho das grandes grifes. Nesse ponto da cidade concentram-se as lojas das mais marcas mais famosas, como a grife Prada.

Prado Velho

Considerado um bairro universitário. Está próximo da maioria das universidades e faculdades da cidade. Nesse bairro fica a sede da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

Abastecido por muitas linhas de ônibus, é possível ir para qualquer ponto da capital de transporte público. Além disso, fica a alguns minutos do centro da cidade, sendo possível fazer o trajeto a pé.

Os moradores do Prado Velho podem usufruir de muitas opções de bares e lanchonetes, além de fazerem compras em um dos hipermercados mais famosos da cidade.

Capão da Imbuia

Esse bairro é um registro vivo da fauna e da flora do sul do Brasil. Antigamente esse local era conhecido pelas matas de Araucária, Canela e Imbuias. Foi doado à Prefeitura da cidade com a condição de que essas matas fossem preservadas.

Por isso, o bairro conta com o Museu de História Natural do Capão da Imbuia. Um bosque em que o visitante pode ter contato com as árvores centenárias, além de observar painéis com animais nativos empalhados.

É um bairro residencial, sem a presença de grandes centros comerciais. Ideal para quem quer descanso. Possui um terminal de ônibus e excelentes condições de infraestrutura.

Cabral

Esse bairro também conta com um terminal de ônibus, mas, ele se destaca pelo alto padrão de suas moradias. Grande parte das edificações conta com arquitetura neoclássica, o que garante personalidade ao local.

Além disso, é um bairro antigo, bem estruturado e que tem constantes obras de melhorias e reparos. O Cabral fica a alguns minutos do centro da cidade. Os restaurantes e bares são destinados aos fãs da alta gastronomia e pessoas que não abrem mão da excelência. No Cabral ainda existem diversas opções comerciais.

Como vimos neste artigo, a qualidade de vida em Curitiba, principalmente quando comparada às outras capitais do país, chama a atenção dos brasileiros. Se você ficou chateado porque a capital do Paraná não possui praias, é bom saber que a cidade está a apenas duas horas do litoral paranaense e a cerca de três horas das praias de Santa Catarina.

Contudo, a cidade conta mais de 75 bairros. Na grande maioria deles é possível ver o trabalho conjunto da sociedade civil, empresários e governos para elevar a qualidade de vida em Curitiba.

Gostou deste artigo? Então compartilhe em suas redes sociais!

Compartilhar: