4 dicas de ouro para usar as redes sociais no mercado imobiliário

Quanto tempo as pessoas gastam por dia nas redes sociais? Essa pergunta norteou uma pesquisa feita pela empresa GlobalWeblndex e apresentada em um artigo da revista Época Negócios. Os resultados mostraram que a média é de quase 150 minutos, mas o Brasil ultrapassa essa marca com 225 minutos.

Por isso, no ranking mundial, o nosso país aparece na segunda posição entre os países que mais utilizam as redes sociais. Diante desse cenário, surge uma pergunta: se as pessoas passam tanto tempo nesses canais de interação, por que algumas imobiliárias ainda não utilizam essas mídias?

Talvez a razão seja a falta de informação sobre essas ferramentas. Por isso, neste artigo, esclareceremos a importância e como usar as redes sociais com maestria. Acompanhe!

Por que é importante que a imobiliária use as redes sociais?

Sem dúvida, o principal motivo para a imobiliária ter uma estratégia voltada para as redes sociais é se aproximar do seu público-alvo. Como dito na introdução, o número de pessoas que navegam por essas mídias aumenta a cada ano. Dentro desse grupo, estão os consumidores do mercado imobiliário que procuram por imóveis para vender ou alugar.

Outra razão é trazer visibilidade para o negócio. Afinal, se os clientes estão nas redes sociais durante o dia, esse é o melhor local para expor os produtos, serviços, valores e a cultura da imobiliária. Em outras palavras, a empresa que usa esses canais está constantemente diante dos olhos dos consumidores.

Um terceiro motivo é o fato de a concorrência utilizar as redes sociais. Basta pesquisar um pouco para encontrar várias imobiliárias que já têm uma estratégia de divulgação nessas mídias. Sendo assim, se uma empresa quer sobreviver no mercado em que atua, é necessário investir imediatamente nessas ferramentas.

De acordo com o estudo “We are social” feito pela HootSuite, o Youtube e o Facebook, aparecem, respectivamente, na primeira e segunda posição entre as redes sociais mais acessadas, enquanto o Instagram segura a quarta colocação. Por isso, as empresas que desejam se conectar com um número maior de consumidores escolhem uma dessas três mídias para fazer as suas campanhas.

Quais são as dicas para utilizar as redes sociais com eficiência?

Para ter sucesso nas redes sociais, não basta criar um perfil comercial e começar a postar conteúdos aleatórios. Pelo contrário, é necessário estudo, planejamento e análise constante de resultados. A seguir, mostraremos como a imobiliária pode construir uma estratégia eficiente para essas mídias.

1. Descubra quem é o seu público-alvo

O primeiro passo para obter bons resultados nas redes sociais é conhecer o seu público-alvo ou sua persona. Para isso, é preciso que os responsáveis pelo marketing da imobiliária respondam as seguintes perguntas:

  • Qual é o perfil dos meus clientes?
  • Qual é comportamento online deles?
  • Em que redes sociais estão conectados?
  • Por que utilizam essas redes sociais?
  • Em que horários mais interagem?

Com base nessas respostas, será possível escolher a rede social adequada para a divulgação, além de direcionar toda a estratégia de divulgação. Afinal, a peça mais importante desse processo, o cliente, será o centro do planejamento e o alvo das decisões.

2. Crie conteúdos relevantes

Um conteúdo relevante atrai a atenção, resolve um problema ou apresenta uma solução para uma necessidade específica da persona. Mas como saber quais temas interessam ao seu público-alvo? É nesse momento que entra a branding persona. Esse conceito envolve a criação de personagens com os valores da marca.

A principal finalidade da branding persona é aproximar a imobiliária dos clientes ideais por meio da produção de conteúdo que interesse, inspire e engaje. Por exemplo, o público-alvo da imobiliária se interessa por decoração de interiores? Então, postagens sobre livros ou filmes desse tema vão gerar sintonia entre a marca e os clientes.

3. Padronize as postagens

As redes sociais permitem que as marcas postem uma série de conteúdos em formatos diferentes. Aproveitar essa variedade é uma ótima maneira de mostrar a criatividade da imobiliária. Porém, quando falamos de linguagem, horário das postagens e visual da marca, é necessário que haja uma padronização.

Caso contrário, a empresa não captará a atenção da audiência desejada. Na verdade, dará a impressão de que está “atirando para todos os lados”.

Para evitar isso, descubra e utilize um tom de linguagem que se adéque ao perfil dos clientes. Além disso, poste em horários regulares em que o público costuma estar conectado. Crie um logo para a marca com cores, símbolos e fontes que representem a identidade da empresa.

4. Responda os seguidores

Normalmente, as pessoas acessam as redes sociais das empresas por que esperam que o atendimento seja mais rápido do que em outros canais. Sendo assim, a demora para responder ou a falta de uma réplica destruirá rapidamente a reputação da marca.

Mesmo quando o comentário é negativo, a imobiliária não pode ignorá-lo, mas tentar, com educação, encontrar uma solução para o cliente.

Uma boa prática é dar uma resposta em poucas horas e resolver um problema em até 24 horas. Quando isso acontece, os clientes ficam felizes, compartilham as postagens da marca e até indicam o canal para os seus amigos.

Que erros devem ser evitados?

Como em todo ambiente onde existem pessoas, as redes sociais têm certas regras de boa convivência que precisam ser seguidas. Ainda mais quando falamos de perfis de instituições do mundo corporativo.

Em vista disso, é preciso ficar atento e evitar alguns erros que podem manchar o nome da empresa e fazer todo o investimento nas estratégias de redes sociais “ir pelo ralo”. Um erro muito comum é a excessiva autopromoção da marca.

Muitos usuários deixam de seguir empresas que só postam anúncios de produtos e serviços. Esse tipo de propaganda não é errado, mas deve ser feito com discrição.

Outra atitude a ser evitada é a falta de mensuração dos resultados obtidos. Sem esse estudo, não há como saber o que está dando certo ou errado na campanha das redes sociais. Caso a imobiliária não mude essa situação, as estratégias ficarão “às cegas” e os prejuízos financeiros aparecerão logo em seguida.

Por fim, pensar que o trabalho nas redes sociais não exigirá uma dedicação contínua é outro grande engano. Quem imagina isso, acaba deixando as postagens no piloto automático e destruindo a relevância da marca nas mídias.

Com certeza, as redes sociais vieram para ficar. Cabe às empresas do mercado imobiliário aproveitarem esses canais incríveis para se aproximar do seu público-alvo. Dessa forma, a base de clientes não se restringirá à região em que está localizada a imobiliária, mas atingirá limites antes impossíveis.

O que achou de nosso artigo? Gostou das dicas para usar redes sociais na divulgação da sua imobiliária? Então, aproveite e aprenda como criar um marketing digital eficiente para corretores.

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.