Caixa lança crédito imobiliário com carência de 180 dias

Santander reduz entrada de financiamentos pela metade

São Paulo, 07/01/2020 – O Santander anunciou na tarde desta terça-feira, 7, que passará a financiar 90% do valor do imóvel no crédito imobiliário. O limite de financiamento era, até então, de 80%. A mudança significa, na prática, a redução pela metade do valor de entrada que o cliente deve desembolsar ao adquirir esse tipo de crédito.

“Os clientes têm tirado os sonhos da gaveta. Em tempos de recessão, é muito difícil que as pessoas tomem decisões e a compra de um imóvel é uma das decisões mais importantes que elas fazem na vida”, diz o superintendente executivo de Negócios Imobiliários do Santander, Paulo Duailibi.

Ele explica que o aquecimento do setor com a redução da taxa básica de juros, redução de estoques e novos lançamentos contribui para a competição dos bancos em busca de clientes. “O crédito imobiliário significa um relacionamento longo com aquele cliente. É muito interessante para essas instituições”, diz.

De fato, a corrida nessa modalidade de crédito vem acirrada desde o último ano. A Caixa Econômica Federal, líder nesse tipo de financiamento, anunciou três reduções de taxas em 2019, chegando 6,5% ao ano em dezembro. Os bancos privados também anunciaram reduções e promoções.

No caso do Santander, na época da Black Friday os clientes contaram com seis meses de carência para o pagamento do valor principal e dos juros. “Devemos voltar dentro de algum tempo com essa ação de forma permanente”, diz Duailibi. (Talita Nascimento, do jornal O Estado de S. Paulo)

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.