Transferir financiamento imobiliário: entenda como funciona!

Transferir financiamento imobiliário: entenda como funciona!

Zahle

Hoje, a compra de imóveis com o auxílio de empréstimos bancários é a forma mais comum de aquisição desses bens em nosso país. Contudo, em alguns casos, você sabia que é útil para o proprietário transferir financiamento imobiliário?

Esse processo pode ser um pouco complicado e exige muita atenção dos dois lados do negócio — de quem está realizando a transferência e de quem se tornará o novo titular desse empréstimo junto ao banco.

Para ajudar você a entender como realizar esse processo e como ele funciona, além de quais casos ele é recomendado, criamos este pequeno post instrutivo. Continue conosco e confira.

O que é a transferência de financiamento imobiliário?

A maioria dos contratos de financiamento realizados pelos bancos hoje, contam com uma cláusula que permite a transferência da dívida para outra pessoa, mediante prévia aprovação por parte da instituição financeira responsável pelo crédito imobiliário.

Realizar a transferência de financiamento de imóvel é a maneira mais fácil de vender uma propriedade quando ela ainda está financiada. Levando em conta que a maioria dos empréstimos desse tipo levam até 20 anos para serem quitadas, é muito comum que as pessoas realizem a venda antes disso.

Existem duas opções: ou você realiza a quitação do restante da dívida junto ao banco, para que o novo proprietário realize uma transação diferente, ou busca realizar a transferência do financiamento imobiliário restante da dívida.

Como transferir o financiamento imobiliário?

São vários os passos para se realizar a transferência de um financiamento de forma segura para ambas as partes, comprador e vendedor. Algumas dessas fases são as mesmas de uma transação comum com o banco na compra do primeiro imóvel. Confira.

Avaliação do contrato

O primeiro passo antes mesmo de buscar por alguém interessado em realizar a compra de seu imóvel é a avaliação das cláusulas de seu contrato. Isso porque, mesmo que seja uma prática comum, existem bancos que não permitem a transferência.

Nesse caso, pode-se realizar uma portabilidade de crédito — levar a dívida para outra instituição financeira. Em alguns casos, pode ser exigido um mínimo de parcelas quitadas para permitir a transferência. O ideal é entrar em contato com um advogado para que ele possa verificar a sua situação contratual.

Encontrar um comprador

Nem todas as pessoas estão dispostas a realizar a transferência de um financiamento imobiliário de um imóvel usado, ou tem condições de passar na avaliação do banco para a concessão de crédito.

O segredo para encontrar bons compradores é realizar o anúncio de seu imóvel, com todas as informações e características em uma plataforma de busca especializada, aumentando o alcance de sua oferta.

Acerto do negócio

A transferência de financiamento imobiliário tem uma particularidade, parte do valor do imóvel já foi pago pelo atual proprietário. Sendo assim, antes mesmo de enviar a proposta ao banco, é preciso realizar o acerto de como esses valores serão restituídos.

A maioria dos negócios são fechados por meio de uma transferência de parte do valor e o restante repassado como novo financiamento junto ao banco, mas você pode aceitar bens móveis e até mesmo outro imóvel no negócio.

Análise financeira do banco

Após encontrar um comprador e realizar um pré-contrato com todas as informações relativas ao pagamento dos valores extras, é preciso que o adquirente entre com toda a documentação exigida pelo banco para análise de crédito.

Esse processo é o mesmo realizado para qualquer financiamento e busca verificar se o comprador tem condições financeiras de arcar com a dívida. Caso esteja tudo certo, os interessados poderão passar para a próxima fase.

Avaliação do imóvel

Assim como no financiamento normal, o banco exige que o imóvel seja avaliado por um perito indicado pela instituição financeira para verificar o valor atual da propriedade. Isso é realizado para combater tentativas de fraude.

É preciso declarar também o preço acertado entre comprador e vendedor para o imóvel. Esses dados serão utilizados para a formulação das taxas e demais valores que incidem sobre o novo financiamento.

Assinatura do novo contrato

Com a análise de crédito aprovada e a avaliação do imóvel pronta, basta que o comprador se dirija até o banco para a assinatura do novo contrato. Porém, ainda não serão cobradas as parcelas.

Para a efetivação final da transferência de financiamento, é preciso que o antigo proprietário entregue no banco seu contrato. A partir daí, está concluída a desvinculação do vendedor.

Registro e recolhimento do imposto

Contudo, é preciso saber que a transferência do financiamento não muda o proprietário do imóvel. É preciso ainda que ambas as partes, comprador e vendedor, estejam presentes no cartório com o novo contrato.

Após o recolhimento das taxas e tributos e lavração do novo registro, o comprador se torna o novo proprietário do imóvel e o vendedor não tem mais nenhum tipo de vínculo.

Quais as dicas para evitar problemas?

O processo de transferência de financiamento é um pouco complicado e exige atenção para evitar qualquer problema. Seguem algumas dicas para que você não enfrente nenhum obstáculo.

Encontrar um comprador sério e disposto

Antes de mais nada, é preciso que você encontre um comprador sério e com bom nome na praça, caso contrário, dificilmente ele terá seu cadastro aprovado junto ao banco e vocês dois apenas perderão tempo.

Passar toda a documentação ao novo comprador

O principal nesse processo é o contrato de financiamento, mas lembre-se de que existem muitas outras variáveis que devem ser levadas em consideração. Não se esqueça de repassar toda a documentação do imóvel, como contas de água e luz, internet, condomínio, entre outras.

Entregar o imóvel apenas após a aprovação

Outro erro a ser evitado é a entrega do imóvel antes da resposta final do banco. Pode ser que o cadastro analisado seja aprovado, mas isso não quer dizer que o financiamento vai sair. Apenas entregue o bem depois da assinatura do contrato entre o comprador e a instituição financeira.

Transferir financiamento imobiliário é uma ótima forma de encontrar maiores interessados em adquirir o seu imóvel e que não disponham de todo o valor para a compra, mas lembre-se de tomar os cuidados necessários.

Quer ficar por dentro de mais conteúdos incríveis como este? Então assine agora mesmo a nossa newsletter e não perca nenhuma de nossas publicações!

financiamento-imobiliario
KZ Jabaquara

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.