Qual o real valor de um imóvel? Saiba quais são as taxas e gastos extras

Qual o real valor de um imóvel? Saiba quais são as taxas e gastos extras

Não há nada que provoque mais satisfação em uma pessoa do que a compra da casa própria. Trata-se de um momento muito sonhado e, quando é realizado, a felicidade é enorme. Afinal, vários sacrifícios foram feitos e os louros da vitória são merecidos. Mas, para aproveitar melhor esse momento, é essencial também que se saiba o valor real do seu imóvel!

O que muita gente se esquece é de que a conta pode não fechar na finalização do negócio, ou seja, existem muitas taxas a serem pagas, e o pior: muitos não contam com isso. A empolgação da compra do imóvel é tanta, que deixam para trás os gastos decorrentes.

Neste artigo, você vai conhecer as taxas e outros custos que entram na conta da compra da casa própria para sabermos o valor do imóvel. Continue conosco e confira!

Valor da entrada

É um custo que todos os que entram em um financiamento sabem que vão pagar e, por isso, planejam esse gasto. São valores estipulados na negociação e muito variáveis, de acordo com a disponibilidade financeira do comprador.

Taxa de avaliação

A taxa de avaliação é o primeiro gasto, fora o valor da negociação, visto que ela é cobrada pelo banco ou pela financeira responsável pela vistoria do imóvel. Assim, trata-se de um custo que nem sempre entra nos cálculos do comprador. Como é estipulado pela instituição, também pode sofrer bastante variação.

ITBI

Você já ouviu falar em ITBI? É uma taxa que muitos que compram um imóvel só ficam sabendo depois da negociação. A sigla significa Imposto de Transmissão de Bens Imóveis.

É um tributo cobrado pelas prefeituras quando o bem é adquirido, que incide sobre o valor pago pelo comprador. A alíquota varia de de acordo com o município, mas gira em torno dos 4% sobre o preço do imóvel.

Determinadas cidades oferecem um abatimento por intermédio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), mas sempre seguindo a lei municipal. É muito importante que o corretor oriente seus clientes sobre essa taxa.

Escritura pública

A taxa cobrada sobre a escritura pública é exclusivamente aplicada aos imóveis comprados à vista. Nos demais casos — como financiamentos imobiliários —, os bancos ou instituições financeiras têm essa função.

O preço é tabelado e, geralmente, varia de acordo com o Tabelionato de Notas do local ou com o valor do imóvel que foi adquirido. No entanto, para se concretizar o ato jurídico da venda, é essencial que seja feita a escritura, para formalizar o negócio.

Registro do imóvel

É de fundamental importância para tornar a válida a negociação de compra e venda: o registro do imóvel atesta quem é o legítimo dono da propriedade. O valor total da tarifa é obtido por meio de um cálculo que inclui diversas taxas, que podem variar de uma cidade para outra. No geral, não costuma ir além de 1% do preço do imóvel.

Por meio do Registro do Imóvel, é possível conhecer o histórico do bem — tudo o que ocorreu com ele e com todos os seus proprietários. Imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal têm embutido no crédito os valores do ITBI e do Registro, não pegando os novos proprietários de surpresa.

Seguros

Engana-se, quem pensa que os seguros relacionados à aquisição da casa própria são opcionais. Existem, sim, os obrigatórios. Todos os financiamentos feitos pelos SFH, por exemplo, devem contar com a aquisição dos seguros MIP (Morte e Invalidez Permanente) e do DFI (Danos Físicos do Imóvel).

Os custos que envolvem esses serviços ficam em torno de 3% a 5% do valor do imóvel. Da mesma forma que ocorre como o registro do imóvel e o IBTI, são valores que podem ser somados ao financiamento e diluídos nas prestações.

SATI e taxa de corretagem

A SATI (Serviço de Assessoria Técnico Imobiliária) é uma taxa cobrada quando alguém adquire um imóvel que esteja ainda na planta. Ocorre devido ao serviço prestado de assistência técnica e jurídica.

Está relacionada aos cuidados dos documentos necessários para a negociação da venda, bem como esclarecimento de questões ligadas ao contrato. É prestada por funcionários vinculados à construtora do imóvel.

Já a taxa de corretagem refere-se ao trabalho do corretor de imóveis. Conhecida também como comissão, ocorre quando existe a intermediação entre vendedor e comprador.

Correção sobre a parcela do financiamento

No período entre o pagamento da entrada e a entrega das chaves, as parcelas são quitadas diretamente à construtora. Nesse pequeno período, essas prestações sofrem um reajuste. Por isso, é importante ter em mente que, ao entrar em um financiamento, jamais tenha seu dinheiro contado: imprevistos ocorrem o tempo todo e você precisa ter uma reserva.

Reformas

Quando nos encantamos por determinado imóvel, muitas vezes, não damos tanta importância para alguns reparos que precisam ser feitos. É nessa hora que acabamos tomando uma decisão por impulso. Isso pode custar muito caro. Algumas reformas são bem onerosas e podem comprometer muito o orçamento familiar.

Pense: você vai comprar um imóvel e vai se comprometer com ele por vários anos, em especial se for o caso de um financiamento, certo? Será que uma reforma caberia no seu orçamento? Ou seria melhor escolher aquele que não tenha nada para ser feito ou que precise apenas de pequenos reparos?

Nesses casos, o melhor a fazer é pesar os prós e os contras e, dependendo do tipo de reforma desistir da escolha. Por isso, antes de fechar o negócio, é de extrema importância saber o valor da obra, reparo ou reforma. Saiba que uma simples troca da instalação elétrica do imóvel é um gasto que pode pesar bastante no bolso.

Dependendo do seu planejamento, analise se vale a pena passar mais um tempo procurando. Provavelmente, com o apoio de uma boa imobiliária, você vai encontrar um que atenda às suas necessidades.

Como você conferiu, manter-se com uma reserva financeira é essencial para quem entra em um financiamento imobiliário. Afinal, quando menos se espera, podem surgir alguns gastos para os quais não estamos preparados. Siga a dica!

Gostou deste post? O que acha, então, de aproveitar para conhecer um jeito de fazer sua decoração online e pagando pouco? Veja!

Fique por dentro do Mercado Imobiliário! Receba conteúdos gratuitamente.

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.