Vendas de cimento no País crescem 6,4% em fevereiro

Vendas de cimento no País crescem 6,4% em fevereiro

São Paulo, 09/03/2019 – As vendas de cimento no País atingiram 4,1 milhões de toneladas em fevereiro, alta de 6,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior, de acordo com pesquisa publicada há pouco pelo Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC). No bimestre, as vendas atingiram 8,6 milhões de toneladas, uma alta de 5,4%.

Segundo o sindicato, o crescimento das vendas no mês está relacionado ao maior número de dias úteis, uma vez que o carnaval de 2019 caiu em março, enquanto em 2018 caiu em fevereiro. Se forem considerados apenas os dias úteis, então as vendas de cimento em fevereiro no País caíram 3,2% em relação ao mesmo mês do ano passado. Já no bimestre, subiram 0,8%.

 

O SNIC projeta alta de 3,0% nas vendas de cimento em 2019, impulsionadas pelo reaquecimento do mercado imobiliário e pela possível retomada de grandes obras públicas de infraestrutura. Na visão do sindicato, também há maior otimismo dos agentes econômicos em relação aos governos estaduais e ao governo federal, bem como sinalização de melhora no nível de atividade econômica.

 

Se a projeção para 2019 se confirmar, este será o primeiro ano de crescimento da indústria nacional do cimento após quatro anos consecutivos de encolhimento. Após um início positivo em 2018, no qual as primeiras estimativas apontavam para um crescimento próximo de 1% no acumulado do ano, as vendas de cimento fecharam em queda, afetadas pela paralisação dos caminhoneiros e pela desaceleração da economia nacional. No período da greve dos caminhoneiros, o setor deixou de vender cerca de 900 mil toneladas, de acordo com o sindicato. No ano passado, a indústria do cimento sofreu ainda impactos em sua matriz de custos, com elevação dos preços de frete, insumos, combustíveis e energia elétrica. (Circe Bonatelli)

Compartilhar: